Gratuíto X gratuito

de Marynês Meirelles

Na feira de alimentos orgânicos que acontece toda semana na pracinha, Carlos já é conhecido de todos os feirantes. Na barraca da D. Jussara havia uma promoção imperdível. O preço estava ótimo e o produto também. Comprando uma réstia de alho, três molhos de salsinha orgânica gratuitos

Jussara gritava:

– Leve o alho e ganhe os molhos de salsinha gratuítos!

Carlos chegou perto e disse:

– Bom dia, D. Jussara! Adorei a sua promoção! Mas, posso dar uma dica?

– Bom dia, Carlos. Lógico! Pode sim.

– A palavra é gratuito. A sílaba forte é o TUI e não o Í sozinho.

Jussara ficou envergonhada e agradeceu muito pela correção.

Carlos comentou:

– É muito comum encontrarmos pessoas que cometem este erro. Não fique chateada! Agora a senhora já sabe o correto!

– Obrigada, Carlos!! Valeu a dica! Olha o alho! A salsinha é de graça!!!!

 DIRETO AO PONTO

Errado: Os molhos de salsinha são GRATUÍTOS.

Correto: Os molhos de salsinha são GRATUITOS.

 GRATUITO(A)  é um adjetivo, trissílabo (GRA-TUI-TO), paroxítono (GRA-TUI-TO), não acentuado graficamente. Deve ser pronunciado com a tonicidade na sílaba TUI, assim como, por exemplo, pronunciamos as palavras circuito e intuito.

Marynês Meirelles é pedagoga e professora de Língua Portuguesa. Pós graduada  em Educação Infantil  e com MBA em Responsabilidade Social (UFF) e Gestão Ambiental (UGF).

Mestra na área de saúde e Meio Ambiente (UNIPLI).

EDITORIAS