Fica a Dica: teatro, música, minissérie e discobriografias

Sucesso há quatro anos nos palcos pelo Brasil e estrelada pelo ator Deo Garcez, a peça ‘Luiz Gama: Uma Voz Pela Liberdade’ volta a cartaz em novembro em dois espaços: Casa de Cultura Laura Alvim (às terças e quartas de novembro), em Ipanema, e na Arena carioca Fernando Torres, no Parque Madureira (todas as sextas de novembro). A peça é uma biografia dramatizada de Luiz Gama, ex-escravo, jornalista, poeta, primeira voz negra da literatura brasileira, advogado abolicionista que libertou mais de quinhentas pessoas escravizadas.

Em 2015, após 133 anos de sua morte, Luiz Gama recebeu da OAB o diploma de advogado, e no ano de 2018, foi nomeado por leis federais como o Patrono da Abolição da Escravidão do Brasil e inscrito no Livro dos Heróis da Pátria. O espetáculo convida o público a repensar nossa historiografia oficial, trazendo uma importante reflexão sobre a necessidade de luta diária pela igualdade de direitos, pela liberdade e justiça para todos, além de refletir sobre nossos preconceitos contemporâneos.

Carolina: do lixo para as letras

A atriz Andréia Ribeiro dá um show de interpretação na pele da escritora Carolina Maria de Jesus na peça ‘Carolina Maria de Jesus, Diário de Bitita’, que está em sua quinta temporada no Rio de Janeiro e reestreia no dia 1º de novembro no Teatro Glaucio Gill, em Copacabana. O espetáculo é uma adaptação das obras ‘Quarto de Despejo’ e ‘Diário de Bitita’ da escritora mineira.

Trata-se de uma história verídica, surpreendente e inspiradora de uma mulher pobre, com apenas dois anos de estudo, que virou um dos ícones da literatura brasileira e mundial. Carolina foi catadora de papel, escreveu toda sua obra em papéis que encontrava no lixo e virou uma grande escritora publicada em 16 idiomas, em mais de 40 países. A escritora também esta sendo homenageada na minissérie ‘Segunda Chamada’, no ar na Globo.

Robin Hood cibernético

Dois jovens cariocas protestam contra a corrupção fazendo arte. Eles rodaram a minissérie ‘Ladrão’ sem patrocínio, mas com um roteiro muito rico em criatividade. Lançada em 25 de outubro, a produção já pode ser vista no YouTube. Na trama, um criminoso que se une a quatro jovens “nerds” com o objetivo de roubar de políticos tudo o que eles subtraíram do país, a começar pelo arbitrário ministro da cultura.

Essa espécie de “Robin Hood” moderno e cibernético saiu da cabeça do diretor Guilherme Pedro, de 16 anos, e da roteirista Larissa de Oliveira, de 18 anos. “Ao todo somos 22 participantes entre criadores, equipe técnica, atores e figurantes. Todo mundo trabalhando por amor a causa em época que se vê tantas prisões, denúncias e Lava Jato”, afirma o jovem diretor.

As mais belas canções Italianas

Em seu primeiro show solo, a atriz e cantora Sabrina Korgut faz uma seleção cuidadosa das mais belas e clássicas canções Italianas. O show ‘Femminile’ acontece no dia 27 de novembro, no Imperator (Rua Dias da Cruz, 170, Méier). Um show musical de qualidade ímpar para os amantes da cultura Italiana.

Sob os arranjos de Fernando López, o show vai homenagear grandes nomes como Sergio Endrigo, Mina, Pepinno di Capri, Nico Fidenco, Pino Donaggio, Rita Pavone, Gino Paoli entre outros memo  ráveis artistas, além de algumas versões e composições de grandes nomes da MPB, como Roberto Carlos, Toquinho e Vinicius de Moraes.

Mutantes e Legião Urbana em discobiografias

A preservação da memória da música brasileira é uma das maiores preocupações da biógrafa Chris Fuscaldo, autora de ‘Discobiografia Legionária’ e ‘Discobiografia Mutante: Álbuns que Revolucionaram a Música Brasileira’. Este último é um livro bilíngue (Português/Inglês), lançado em 2018, celebrando o legado discográfico deixado pelos Mutantes. Conta a história dos discos produzidos por Arnaldo Baptista, Sérgio Dias e Rita Lee e tantos outros nomes que estiveram junto ao trio, dando ênfase a histórias curiosíssimas e pouco divulgadas. Já o ‘Discobiografia Legionária’, de 2016, traz histórias, bastidores e curiosidades das gravações de todos os álbuns da Legião Urbana.

EDITORIAS