Lançamento do longa ‘A Árvore dos Frutos Selvagens’ é adiado

de Alessandro Monteiro

Foto: Divulgação

O filme ‘Árvore dos Frutos Selvagens’ é uma co-produção da Turquia, França, Alemanha, Bulgária, Bósnia, Katar e Suécia, na qual o diretor turco Nuri Bilge Ceylan olha o seu país para falar sobre a maioridade, lirismo e alegria. O filme, que teve seu lançamento adiado para 4 de julho, é repleto de filosofia, religião, política e dilemas morais, conta a história de Sinan (Aydin Dogu Demirkol), um aspirante a escritor que retorna à sua aldeia natal, após sua formatura na universidade, com a esperança de juntar o dinheiro que precisa para publicar o seu primeiro livro.

O longa participou da seleção oficial do Festival de Cannes 2018 e da Perspectiva Internacional da 42ª Mostra e aborda temas altamente relevantes, como o papel do artista na sociedade contemporânea, as lutas e recompensas da vida criativa, a desvalorização da literatura e da aprendizagem, além dos conflitos entre gerações.

Quando o filme foi exibido na seleção oficial do Festival de Cannes/2018, a Variety chamou A Árvore dos Frutos Selvagens de “outro trabalho visualmente rico de Nuri Bilge Ceylan, que constrói elaboradas peças retóricas de surpreendente densidade”.

Já o The Hollywood Reporter elogiou o longa como “um olhar lento e denso sobre a Turquia de hoje, que troca o habitual lirismo de Ceylan por uma abordagem mais realista, que parece ligada a eventos contemporâneos “

pt Português
X
EDITORIAS