Economista dá dicas de como usar melhor o 13º salário

Da Redação

Com o fim do ano se aproximando, muitas pessoas já começam a receber parte do 13º salário e a pensar em como usar o rendimento extra, que pode ser a chance de ter um alívio no orçamento. Mas qual a melhor estratégia para aproveitar o dinheiro a mais na conta? É preciso saber usar a grana de forma inteligente e não gastar com aquilo que não é necessário. Para ajudar no orçamento financeiro nessa época do ano, o economista Dernizo Pagnoncelli dá dicas de como usar o 13º e evitar prejuízos financeiros.

− Em primeiro lugar, deve-se pagar as dívidas existentes. Se o dinheiro recebido não for suficiente para quitar o débito, quite parte da dívida e renegocie o que falta. Se a pessoa tiver mais de uma dívida, pague primeiro aquela com maior taxa de juros.

− Para quem não tem dívidas a pagar ou quem pagou e ainda sobrou dinheiro, é importante fazer uma previsão do que vai precisar para quitar as contas de janeiro, que é um mês com muitas despesas extras, como IPTU, IPVA, material escolar, férias, etc.

− Depois de quitar as dívidas e planejar os gastos com o primeiro mês do ano, caso sobre uma grana, vale a pena separar uma parte para guardar ou fazer algum investimento, e só depois pensar em gastar com os presentes de Natal.

− Seja comedido nos gastos natalinos. Opte por aquele velho e bom amigo oculto. Todos saem satisfeitos e não há necessidade de gastos excessivos.

− Outra dica que vale para todo o ano é reflita sobre a necessidade de alguns gastos. Na hora de comprar, pense: “é imprescindível? eu posso? eu devo?” É necessário um autocontrole muito grande. A propaganda é massiva. Somos bombardeados todos os dias por inúmeras mensagens atrativas de “propagandas irresistíveis” e “descontos imperdíveis”.  Muitos dos problemas financeiros são causados pelo desejo de acompanhar a maioria e não ficar para trás.

Datas para pagamento

Conforme determina a legislação, a primeira parcela do 13º salário dos trabalhadores deve ocorrer até 30 de novembro, podendo ser antecipada caso a empresa tenha dinheiro em caixa. Já a segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro deste ano.

Caso a data máxima de pagamento do 13º caia em um domingo ou feriado, o empregador deve antecipar o pagamento para o último dia útil anterior. O pagamento da gratificação em uma única parcela, como feito por muitos empregadores, normalmente em dezembro, é ilegal, estando o empregador sujeito a multa.

pt Português
X
EDITORIAS