‘Quadra de Damas’: show simplesmente inesquecível

Divas da MPB emocionam a plateia no Teatro Rival na segunda edição do projeto Diário do Rio Musical

Por Claudia Mastrange

Bem que a cantora Fhernanda Fernandes havia declarado, em entrevista ao Diário do Rio, que o púbico poderia esperar muita emoção do ‘Quadra de Damas’, segundo show do Projeto Diário do Rio Musical. E as quatro divas, Fhernanda, Indiana Nomma, Rosa Marya Colin e Leny Andrade, fizeram um show memorável no palco do Teatro Rival Petrobras no dia 10 de dezembro. Vozes afinadíssimas, repertório impecável e uma energia que tornou o espetáculo musical simplesmente inesquecível.

Enquanto as canções eram entoadas, o público ficou encantado com o vozeirão e as composições de Fhernanda, a personalidade e força vocal de Rosa Marya, a potência inebriante de Indiana Nomma e o domínio técnico e emocional de Leny. Destaque – entre os muitos – para os duetos de Rosa Marya e Indiana em ‘Summertime’, e a sequência tocante de Leny em pérolas como ‘As Rosas Não falam’ e ‘Palhaço’. As quatro encerraram a noite cantando juntas, sob uma chuva de aplausos.

Ainda no palco, Fhernanda elogiou a iniciativa do Diário do Rio de criar um projeto que enaltece a boa música. “Maravilhoso, só temos que agradecer ao jornal por investir em cultura. Isso é fundamental nos dias de hoje. E a diretora Ana Cristina Campelo é uma belíssima empreendedora das artes. Muito obrigada!”, disse. Rosa Marya endossou as palavras da companheira de show: “Foi tudo muito lindo. Maravihoso. Uma energia fantástica no palco e na plateia”, afirmou.

Leny Andrade e Indiana Nomma

Ovacionada pelo público, Leny Andrade elogiou os músicos, em especial seu parceiro constante de shows, Gilson Peranzetta e, após a apresentação, foi cercada de carinho de todos que queriam um aceno e, quem sabe, uma foto com a respeitadíssima diva do jazz que há anos leva a música brasileira para o exterior. “Estou muito feliz. Muito bom mesmo. O show, a iniciativa do jornal…“, declarou ela. No palco, elogiou muito Indiana Nomma, que se inspirou em Leny no início da carreira. “Você é uma das maiores cantoras do país na atualidade”, sentenciou, para delírio de Nomma.

Com tudo isso, e a ‘vibe’ do show, que teve produção cultural de Alessandro Monteiro, Indiana confessou estar em êxtase. “Houve uma sinergia maravilhosa no palco, isso reverberou na plateia e retornou pra nós. Foi de uma força absurda, de positividade para todos. Ali se formou uma egrégora. Estou maravilhada com tudo”, declarou a cantora ao Diário do Rio.

Rosa Marya Colin e Fhernanda Fernandes

Indiana Nomma ressaltou ainda a importância de projetos como o Diário o Rio Musical. “É a prova de que estamos aprendendo a quebrar barreiras e não depender apenas das grandes organizações e dos governos para fazer a arte acontecer. Linda a iniciativa do jornal criar um projeto que proporcione entretenimento e valorize a cultura. A música espalha bem estar; a música cura. Isso não tem preço”, encerrou Indiana, irradiando felicidade.

Um show que, certamente, ficará na memória e nos corações de todos que puderam aplaudir esse quarteto fantástico no palco do Rival. Bravíssimo!

pt Português
X
EDITORIAS