Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Fundição Progresso, maior centro cultural independente do Rio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Da Redação

Em 1982, um grupo de vanguarda na cultura carioca, que já vinha revolucionando a cidade desde os anos 1970 com a criação da companhia teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone e, mais tarde, o Circo Voador, decidiu lutar contra a demolição de uma desativada fábrica de fogões e cofres na Lapa, imóvel de grande valor histórico. A resistência deu certo: a antiga fundição foi preservada e, ao longo dos últimos 20 anos, se tornou o maior centro cultural independente do Rio de Janeiro. Essa é a Fundição Progresso!

Conceitos atualmente em alta, como economia criativa, compartilhamento de ideias, empreendedorismo, inovação e sustentabilidade, sempre foram a força motriz da Fundição. Especialmente a partir de 1999, quando o espaço adotou o modelo que mantêm até hoje e passou a reunir iniciativas pioneiras e autônomas em arte, educação, meio ambiente e projetos sociais.

Ao longo desse tempo, a Fundição fomentou projetos e eventos de grande relevância para a cidade e para o país, como o Concurso Nacional de Marchinhas Carnavalescas, o Carnaval da Lapa e o Núcleo de Educação e Cultura, que estabelece uma ponte entre os artistas e educadores do centro cultural e jovens que lá podem desenvolver seus talentos, descobrir aptidões e se encaminhar no mercado de trabalho.

Atualmente o Centro Cultural abriga iniciativas e grupos culturais, entre eles Orquestra Petrobras Sinfônica, Intrépida Trupe, Teatro de Anônimo, Armazém Companhia de Teatro e Rio Maracatu. Com uma grade variada e acessível, o espaço também oferece um leque amplo de cursos e oficinas, que vão do artesanato à realidade virtual. O Canto das Flores, jardim suspenso e laboratório de agricultura urbana gerido pelo coletivo Organicidade, dedica-se à educação ambiental, com uma série intensa de atividades.

A Fundição Progresso é, além disso, um dos principais palcos de espetáculos do país. Por lá apresentam-se os maiores nomes da música brasileira, de todos os gêneros e idades, como Maria Rita, Ney Matogrosso, Baiana System, Natiruts, Criolo e Nando Reis, além de astros internacionais como Arcade Fire, Franz Ferdinand, Manu Chao e Motörhead, entre tantos outros artistas.

Para conservar e ampliar essa vocação, o espaço incrementa permanentemente sua infraestrutura. Nos últimos anos, instalou modernos sistemas de climatização, som, iluminação e palco, promoveu melhorias arquitetônicas e reformas no piso e terraço e criou uma nova área para camarotes.

A Fundição Progresso fica na Rua dos Arcos, 24, Centro, embaixo dos Arcos da Lapa. Para mais informações ou consultar a programação dos eventos, acesse o seu site − fundicaoprogresso.com.br.

Fotos: Reproduções da internet

pt Português
X
Open chat