Adote um Aluno: uma ideia simples, mas eficaz e inspiradora

Por Sandro Barros

Em julho do ano passado, o Diário do Rio foi à Praça Mauro Duarte, em Botafogo, na Zona Sul carioca, conhecer de perto o Adote um Aluno, “um projeto de aulas particulares e gratuitas em praças públicas voltadas para alunos do ensino fundamental e médio”, como ele é definido por seus integrantes, e que foi iniciado em março de 2018. Na época da nossa reportagem, o projeto contava então com 300 alunos, 50 voluntários e estava presente em cinco praças, se preparando para a sexta. Em menos de seis meses, muita coisa mudou e, felizmente, para a melhor!

No Grajaú, na Praça Edmundo Rêgo

De lá para cá, o projeto ganhou uma logomarca, gentilmente cedida por um dos seus voluntários, o ilustrador Odylo Falcão, e não parou de crescer, com novos voluntários que levaram a ideia para outras praças. Ao final do ano, o projeto já tinha aproximadamente 450 alunos inscritos e 85 voluntários atuando em 11 praças na Barra da Tijuca, Botafogo, Copacabana, Flamengo, Grajaú, Laranjeiras, Quintino, Santa Teresa e Vila Isabel. E mais: o projeto atravessou a baía de Guanabara e chegou a Itaipuaçu, distrito de Maricá, e a Niterói, no bairro de Icaraí. Os endereços e horários de cada localidade podem ser conferidos em suas páginas no Facebook.

“Tenho uma excelente perspectiva para 2020, que é a de atingirmos 25 praças. E se você me perguntar qual é o futuro do projeto, eu lhe digo que é a sua expansão também para outras cidades do país, ou para toda cidade que tem carência em Educação. Vejo que o maior problema do Rio e do Brasil é o baixo nível da nossa Educação. E se ela não for boa, o que será das próximas gerações?”, diz Silvério Morón, engenheiro e pioneiro do Adote um Aluno, que ressalta a importância de cada um colaborar e não ficar apenas esperando a solução por parte dos governantes.

Praça Edmundo Bittencourt, Copacabana

Detalhe importante: ele não está ligado a nenhuma instituição, igreja ou partido político, e conta apenas com a disposição de muitos voluntários que dedicam um pouco de seu tempo livre para apoiar os estudos de crianças e adultos de várias idades. E com a ideia simples de compartilhar conhecimento, ao mesmo tempo que é tão eficaz e inspirador, o projeto realmente tem tudo dar voos ainda maiores, inclusive com a vinda de novos e dedicados voluntários. Uma iniciativa para ser aplaudida de pé!

Fotos: Divulgação

pt Português
X
EDITORIAS