Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Carlinhos de Jesus: a dança para vencer na vida

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Da Redação

Carlinhos de Jesus tem mais de 30 anos dedicados à arte da dança de salão, um amor que começou aos quatro anos de idade. Morador de Copacabana e formado em Pedagogia, preferiu a arte para vencer na vida e, com toda a certeza, não se arrependeu. Foi pioneiro na campanha pela valorização, respeito e profissionalização do gênero no país. Foi citado pelo jornalista Sergio Cabral como o “Fred Astaire brasileiro”, que leva a paixão pela dança da zona sul carioca para o mundo.

Tornou-se sinônimo de dança de salão e referência nacional como dançarino, coreógrafo, diretor e professor, difundindo sua arte no teatro, cinema, carnaval, em grandes eventos nacionais e internacionais. Tem registrado para a posteridade depoimento sobre sua vida no Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro. Sua vida artística também pode ser conferida no livro ‘Vem Dançar Comigo’, lançado na Bienal do Livro do Rio de Janeiro em 2005, e no DVD ‘Aprenda a Dançar com Carlinhos de Jesus’.

Sua formação em Pedagogia auxiliou Carlinhos a criar uma metodologia especial para o ensino da dança de salão, abrangendo também aulas para portadores de cuidados especiais. Foi pioneiro no ensino de dança de salão para portadores de deficiência física (paraplégicos) e Síndrome de Down. Em 2000 atuou como técnico de dança do grupo da Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos para as Paraolimpíadas em Sidney, na Austrália.

Com a sua Cia. de Dança montou os espetáculos ‘Ritmus’, ‘Aquarelas’, ‘Pé na Estrada’ e ‘Isto é Brasil’, este ultimo com a parceria da bailarina clássica Ana Botafogo, que é encenado desde 2004 e já foi assistido por mais de 700 mil pessoas em todo o Brasil e no exterior. Apresenta-se também ministrando workshops, palestras e conferências motivacionais. O seu discurso é desenvolvido de forma bastante dinâmica fazendo analogia à sua experiência de vida e de uma forma bem brasileira: dançando!

O trabalho de Carlinhos de Jesus no carnaval brasileiro é muito diversificado e marcante. Ele criou coreografias inesquecíveis para as Comissões de Frente das Escolas de Samba Mangueira, Beija Flor e Portela, foi jurado do Prêmio Estandarte de Ouro, escreveu matérias jornalísticas para transmissão de TV de desfiles no Sambódromo do Rio e foi comentarista do carnaval de São Paulo, além de diretor artístico do desfile das escolas de samba Vila Isabel e Mangueira. Seu bloco carnavalesco, o ‘Dois Pra Lá, Dois Pra Cá’, desfila ininterruptamente desde 1991 pelas ruas de Botafogo, arrastando uma multidão de foliões.

Foi o responsável pela concepção, direção e coreografias dos espetáculos ‘Cidadão Samba’, ‘Forças da Natureza e ‘Eu Sou o Samba’, todos apresentados na Cidade do Samba do Rio de 2006 a 2014. Em 2020, Carlinhos será o responsável pelas coreografias das comissões de frente da Portela e da Unidos do Porto da Pedra.

Foto: Divulgação

pt Português
X
Open chat