Ecofolia

Foto: Pixabay

Por Tatiana Moraes*

Quanto riso, quanta alegria e… quanta atenção damos ao ambiente no período de carnaval?

No ano de 2019, durante o pré-carnaval no Rio de Janeiro, foram recolhidas 541 toneladas de lixo nas ruas após passagem de blocos na cidade. E após os quatro dias de desfile no Sambódromo, foram retiradas, aproximadamente, 300 toneladas de lixo. Já pensou no que é possível fazer para reduzir esse número no carnaval de 2020? Compor sua fantasia de carnaval com uma mochila ou bolsa, o que acha? Dá para guardar o lixo, em vez de jogá-lo na rua.

E o brilho sustentável? Já pensou nisso? Que tal uma purpurina ou glitter que não agridem o ambiente? Estudos revelam que entre 15 e 51 trilhões de partículas de plástico, o chamado microplástico, poluem os oceanos. Atualmente existem diversas marcas de ecoglitter, com o brilho biodegradável. Ou quem sabe optar por uma purpurina caseira? Além de ecologicamente correta, sai bem baratinho!

Comemorar com confete sustentável também pode ser bem bacana e de graça! Basta colher folhas e flores que caem de árvores e deixá-las secarem. Depois é só usar um furador de papel e pronto! As crianças vão amar ajudar a fazer!

Vai viajar para a praia no carnaval? Reúna os foliões da areia e comemorem com um plogging divertido e animado! O plogging é uma caminhada sustentável, em que os participantes vão recolhendo o lixo que encontram no caminho.

E não podemos esquecer também do barulho em excesso, que afeta a fauna, inclusive a marinha, com a propagação do som. Há espécies que fazem seus ninhos e escolhem suas tocas em áreas que, de uma hora para outra, se tornam rota de blocos e desfiles. O barulho em excesso ocasiona estresse e interfere na comunicação e nos instintos dos animais.

Agora é só colocarmos nosso ECObloco na rua!

*Professora e Mestre em Ciência Ambiental. Canal no YouTube: Ecologe-se

EDITORIAS