Morre, aos 83 anos, o cineasta José Mojica Marins, o Zé do Caixão

Foto: Reprodução

O cineasta José Mojica Marins, mais conhecido como Zé do Caixão, morreu aos 83 anos em São Paulo, nesta quarta-feira (19). Ele dirigiu e lançou mais de 40 filmes. Mojica faleceu devido a uma broncopneumonia. O velório ocorrerá na quinta (20) a partir das 16h, no auditório do Museu da Imagem e do Som (MIS), na capital paulista, e será aberto ao público.

Mojica estava internado há mais de 20 dias no hospital Santa Maggiore, com pneumonia. “Meu pai estava muito fraco desde o começo do ano”, disse seu filho Crounel Marins, que estava em Orlando, nos EUA, e se preparava para voltar com a família para o velório.

Mojica sofreu um enfarte em 2014 e, desde então, teve problemas de saúde crescentes. O cateter fixo colocado para o procedimento de diálise, já que estava como rim comprometido, era constante fonte de infecções, com a que ocorreu no mês passado, e levou a sua internação, evoluindo para pneumonia.

Mojica andava recluso devido à fraqueza e a uma degeneração mental ocasionada pela velhice. “Não era Alzheimer, mas um problema de idade. Ele sempre fumou muito, bebeu, teve alimentação ruim e não fazia exercícios”, disse seu filho.

Foto: Reprodução

pt Português
X
EDITORIAS