Rio, Capital Mundial da Arquitetura, receberá eventos sobre urbanismo

Foto: Diário do Rio.

Por: Franciane Miranda

A capital francesa foi palco, na última terça-feira (18), de um encontro realizado entre a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), e delegação do Comitê Organizador Rio Capital Mundial da Arquitetura 2020.  Na reunião foi apresentado oficialmente o calendário dos eventos.  Neste ano, a cidade será o centro da discussão mundial sobre urbanismo e sustentabilidade. Serão realizados vários eventos que apresentarão para todo o mundo a grandiosidade da arquitetura do nosso Estado.

O Rio também receberá, entre os dias 19 e 23 de julho, o 27º Congresso Mundial de Arquitetos. O tema escolhido foi: “Todos os mundos. Um só mundo. Arquitetura 21”. Os eventos e o título também trazem diversas responsabilidades. Além de divulgá-los, outro objetivo é debater sobre vários temas relacionados aos meios urbanos e ao futuro das cidades no planeta.

O título de Capital Mundial da Arquitetura foi concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e pela União Internacional de Arquitetos (UIA). Uma conquista da Prefeitura do Rio, em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB).

A proposta é fazer uma reflexão sobre a importância da arquitetura e do urbanismo na vida das pessoas, além do seu impacto no dia a dia. Neste momento, todos os olhares estão voltados para décimo primeiro objetivo da agenda 2030 da ONU. Os conhecidos (ODS), Objetivo Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas (ONU). A meta 11 é “Fazer com que as cidades e os assentamentos humanos sejam inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”. Segundo pesquisa realizada pela entidade, atualmente 55% da população mundial residem em áreas urbanas e a expectativa é de que até 2050, o número aumente para 70%.

A programação oficial foi divulgada no final do no ano passado na tradicional festa de Réveillon na Praia de Copacabana. Alguns roteiros culturais foram disponibilizados para população fluminense e turistas. Entre eles, a comemoração dos 100 anos do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB); a organização de encontros para produção de esboços urbanos produzidos pelo grupo Urban Sketchers; além de uma exposição no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), em homenagem aos 100 anos do arquiteto e urbanista Sergio Bernardes (1919-2002).

Foi publicado no Diário Oficial do Município pela Prefeitura do Rio de Janeiro, um convite direcionado aos produtores culturais, instituições nacionais e internacionais para mostrarem projetos direcionados à arquitetura, paisagismo, gestão urbana, patrimônio cultural e debates sobre o futuro dos grandes centros urbanos. Todos dialogando sobre como queremos e como planejaremos as cidades futuras. Os escolhidos ganharão uma carta e apoio institucional, além do direito de usar logomarcas do Congresso Mundial de Arquitetos e do Rio Capital Mundial da Arquitetura.

Para os interessados que queiram participar deste importante projeto, as inscrições podem ser realizadas através do acesso neste link

 

pt Português
X
EDITORIAS