Copacabana agoniza em meio ao caos

Estátua de Carlos Drummond de Andrade (Reprodução)

Por Alessandro Monteiro

Um dos bairros mais conhecidos mundialmente, que já teve a beleza cantada ao mundo na voz do saudoso Dick Farney, agoniza!

Copacabana, que possui aproximadamente 148.000 habitantes, sendo um terço de idosos, sofre com o descaso do poder público. Calçadas quebradas, praças abandonadas e o crescente número de moradores de rua fazem do bairro um dos mais perigosos da Zona Sul.

Atualmente existem 10 cracolândias espalhadas no bairro e relatos diários de assaltos, uso de arma branca por menores e muita violência. Em fevereiro, a Prefeitura do Rio implementou o serviço Copacabana Presente. No entanto, moradores ainda reclamam da falta de policiamento e afirmam um crescente quando o assunto é segurança nas ruas do bairro.

Copacabana recebe, entre os meses de dezembro e março, quase 2,5 milhões de turistas nacionais e estrangeiros, gerando mais de 12 milhões em receitas para o município. Há cerca de um mês Embratur compartilhou em suas redes sociais, um relato de turista que afirmava ter sido assaltada e não recomendava visita à cidade.

Foto: Reprodução

Tony Teixeira, presidente da AMACOPA (Associação de Moradores de Copacabana) relata as situações mais críticas do bairro atualmente. Confira!

Atualmente, quais os problemas mais graves do bairro?
Os moradores de rua, em sua grande maioria dependentes químicos, que utilizam a rua como dormitório, onde é possível encontrar muitos deles fazendo suas necessidades fisiológicas em plena luz do dia, provocando forte odor de urina e fezes. O excesso de ambulantes, a falta de Iluminação na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, as centenas de calçadas esburacadas e o abandono das praças.

Como é o relacionamento da associação de moradores com a prefeitura e o batalhão local? Estão sempre acessíveis a tratar os assuntos do bairro?
Nosso relacionamento com o 19° Batalhão é o melhor possível, já há vários anos com vários comandantes. Eles estão sempre prontos a atender nossas demandas e os pedidos dos moradores, fazem tudo que podem em combater a criminalidade em Copacabana. Só temos a agradecer a Polícia Militar e a Polícia Civil que atuam no bairro.

Apostaria em algumas ações emergenciais de melhoria?
Sim, iluminação extra na Av. Copacabana. Conserto das Calçadas da Av. Copacabana. Acolhimento compulsório dos dependentes químicos para abrigos, conforme o prefeito já autorizou, com acompanhamento médico. Porém, é importante que sejam abrigos decentes! Não locais que possam tornar a rua um local melhor que lá.

É nítido perceber o aumento da violência e a quantidade de moradores de rua por metro quadrado no bairro. Como a associação trata esse assunto?
Estamos sempre cobrando da Prefeitura a melhoria dos abrigos, pois entendemos que a rua não cura e nem trata ninguém… A rua piora a vida dessas pessoas. Eles precisam ser resgatados do abandono e da dependência química. Atualmente vivem como ‘zumbis’ surtados pelo alto consumo de drogas, ameaçando moradores e turistas.

Reunião da AMACOPA (Divulgação)

Onde a AMACOPA está localizada? Tem sede própria? Quantos associados possui hoje?
A associação tem dois anos, não possui sede própria. Na verdade, o endereço é na minha própria residência, com 3.500 associados.

A chegada do Copacabana Presente pode melhorar alguma coisa em relação à segurança no bairro?
Sim, melhorou. No entanto, é necessário mudar as Leis. Porque enquanto elas não fizerem os criminosos ficarem presos jamais iremos diminuir de fato a insegurança pública do Rio e do Brasil! Somente com a reforma do Código Penal e Lei de Execução Penal teremos sim, de fato, uma mudança!

Um bairro cuja concentração maior é de idosos, as calçadas quebradas, buracos, camelôs ocupando cada metro quadrado… Como vocês têm buscado resolver isso?
Sempre estamos cobrando da Prefeitura todas as soluções para as essas questões, mas parece que a Prefeitura não entendeu o que representa Copacabana para cidade. Um bairro que representa mundialmente, o símbolo da cidade!

Poderia relatar sua visão atual do bairro hoje?
Deprimente! Copacabana hoje parece uma cidade abandonada! Lotada de moradores de rua coagindo as mulheres, idosos, crianças e turistas! Os moradores têm medo de circular! Neste exato momento da entrevista, algum deles pode estar sofrendo alguma tentativa de violência. É difícil conseguir entender a que ponto chegamos…

AMACOPA
Site: www.amacopa.com.br
Telefone: (21) 97014-5527

pt Português
X
EDITORIAS