Está em alta se superar

Por Franciane Miranda

O caminho para o sucesso muitas vezes é árduo, cheio de dificuldades. As pedras surgem todos os dias e por todos os lados. ‘Matar um leão por dia’ é uma frase muito conhecida entre nós brasileiros e já faz parte da nossa rotina. Todos nós precisamos passar por tudo isso, pois, como se diz, ‘a vida segue’ e precisamos viver, até porque o tempo não para. O fruto dessa nossa jornada às vezes é doce e outras, amargo.

Os nossos acertos e muitas vezes os erros, nos levam ao caminho da superação. Superar não significa só vencer na vida financeira ou ser alguém de sucesso. Você precisa enxergar além e entender que esta palavra representa várias formas de vencer, e com ela, muitas pessoas trilham diariamente sua vida.

Ao nascer de cada sol superamos diversos obstáculos. Muitas vezes não nos damos conta, mas eles estão ali presentes. Pegar ônibus lotado e viajar em pé, acordar de madrugada para chegar ao trabalho cedo, enfrentar filas em hospitais, lutar contra uma doença, perder alguém que amamos e sobreviver nas ruas. São muitos os exemplos. Já percebeu o quanto você é forte? Uma grande parte das pessoas não conseguiria superar tais dificuldades.

Está em alta se superar, e por isso, lhe apresento uma história para você leitor, se inspirar e continuar batalhando por suas metas e sonhos: baiana arretada, Jill Muricy luta desde sua infância para vencer na vida. Com orgulho de sua origem, transformou os obstáculos em oportunidades. Nada caiu do céu, sua infância humilde ajudou a moldar esta mulher guerreira que é hoje.

Jill Muricy (Foto: Arquivo pessoal)

Sem medo do futuro, continua trabalhando para chegar mais longe, sem perder a fé em Deus e sendo protagonista da sua própria história: “Escolhi vencer pelo caminho da educação, com honestidade, sem puxar o tapete de quem quer que seja, sendo feliz e realizando minhas tarefas com amor”. A jornalista, sempre com ânimo e o pensamento positivo, vê nas dificuldades ótimas chances para se reinventar e voar cada dia mais alto. Já batalhou tanto que descreve sua jornada como bem sucedida: “Meu nome é superação e a minha trajetória até aqui já pode ser considerada um sucesso”, conta. Como diz o ditado: esta nordestina sabe mesmo transformar um limão em uma limonada.

A ideia de criar o blog ‘Meu Nome é Superação’ surgiu em 2017 quando voltou para visitar sua família, após a conclusão do curso. Ela conta que foi visitar um campo de sisal, local onde seus parentes e outras famílias tiram o seu sustento: “Quase surtei, pois a miséria humana transbordava, pessoas eram escravizadas pelo tal serviço, ganhavam mal para trabalhar sob o sol de 40 graus desde as 5h da manhã”. Jill começa a refletir sobre aquela terrível experiência, pois nunca havia frequentado o local: “Aquela experiência impactou-me profundamente, pois se eu tivesse ficado na minha terra aquele seria também o meu futuro”, lembra.

Já no Rio, ainda muito abalada, começou a se perguntar como poderia ajudar aquelas pessoas, pois trabalham muito sem reclamar e sem reconhecimento. Nesse momento, percebeu que o seu papel era o de contar as histórias de coragem para o mundo: “Ouvi uma voz que dizia: faça um blog e escreva histórias de superação. Meu blog é uma inspiração de Deus para semear esperança na humanidade”.

Jill não se conforma apenas com o êxito da sua história, ela busca ajudar outras pessoas. Possui um projeto ligado ao futebol que beneficia crianças e adolescentes pobres no norte do seu estado. Assim, em 2018 nasceu o projeto social Meu nome é Superação: “Ele ainda está engatinhando, falta muita coisa para ficar completo”. Ela continua: “Costumo dizer que eu não vendo moda, vendo esperança, minhas camisetas têm mensagens motivacionais para encorajar as pessoas. O dinheiro da venda vai para o meu projeto social no Nordeste”, finaliza.

E ela deixa um recado: “Que as pessoas nunca desistam dos seus sonhos, lutem sempre, e perseverem nos seus objetivos, pois o pódio é para os corajosos”. Superar nossas dificuldades e nossos medos diários nos torna cada vez mais fortes. Se inspire a continuar sua jornada. Bem vindo ao clube e à corrente positiva da superação!

pt Português
X
EDITORIAS