Conheça as iniciativas de universidades brasileiras contra a covid-19

Respirador pulmonar, que é 37 vezes mais barato, desenvolvido pela Universidade Federal da Paraíba (Foto: Divulgação)

Diversas universidades públicas do Brasil estão engajadas em projetos e estudos para ajudar na prevenção e no combate ao novo coronavírus no país. Presentes em mais de 15 estados, os projetos já conseguiram produzir mais de 70 mil litros de álcool gel, mais de 90 mil equipamentos de proteção, testes para diagnosticar a covid-19 e também disponibilizaram mais de 9 mil leitos em hospitais universitários.

Todos esses trabalhos foram mapeados pela União Nacional dos Estudantes (UNE) em parceria com a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) e estão disponíveis no site Ciência Salva Vidas, onde é possível conhecer as iniciativas e realizar doações para cooperar com os projetos.

As iniciativas, encabeçadas por estudantes e professores, contam com projetos inéditos, como o da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que criou um respirador pulmonar 37 vezes mais barato que os modelos disponibilizados no mercado e disponibilizou a licença para empresas começarem a produção.

Segundo os pesquisadores que lideram o projeto, o equipamento pode ser operado em 60 segundos e foi feito para ser monitorado em tempo real, substituindo os modelos comercializados atualmente.

As federais de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, por exemplo, deram início a estudos de novos tipos de testes que possam diagnosticar a doença. A UFMG disponibilizou três dos setes laboratórios da universidade para realizar procedimentos de testagem, enquanto a UFRGS está trabalhando em um teste molecular RT-PCR, que utiliza apenas o RNA da célula.

Além disso, a federal gaúcha realiza os estudos com insumos produzidos localmente, como forma de incentivar a indústria local e evitar escassez.

Algumas universidades também focam suas pesquisas na produção de equipamentos de proteção para profissionais da saúde. As federais do Amapá (UNIFAP), de Tocantis (UFT), do Pará (UFPA), do Amazonas (UFAM), de Lavras (UFLA), o Laboratório de Tecnologia 3D da Federal do Acre (UFAC) e outras já estão fabricando materiais como luvas, máscaras e trajes e distribuindo para os agentes de saúde locais.

Segundo a plataforma da UNE, foram produzidos 90.513 equipamentos sanitários em todo o país por iniciativas universitárias.

O Instituto Federal de São Paulo (IFSP) espera receber os insumos necessários para iniciar a produção de 30 mil litros de álcool gel 70%. A fabricação de álcool gel também está sendo realizada pena Universidade de Brasília (UnB).

Em nível nacional, alunos e professores de diversas universidades já entregaram 71.337 litros de álcool gel para instituições de saúde.

Com informações do Opera Mundi

 

 

pt Português
X
EDITORIAS