O que será do amanhã?

Foto: Pixabay

O uso de máscaras em muitas localidades do planeta já era uma rotina antes da pandemia. Não por conta de medidas profiláticas contra o vírus, mas sim em razão do nível de poluentes e particulados presentes na atmosfera local.

Dados de monitoramento de poluição nos grandes centros urbanos estão apontando para a melhoria da qualidade do ar nesse período da quarentena. E até algumas espécies da fauna vêm sido vistas circulando em locais que antes não tinham acesso em razão dos níveis de degradação ambiental ou impacto ambiental predatório.

A pergunta que fica é: e quando essa fase passar? Vamos voltar a viver exatamente como vivíamos?

Sabemos que haverá muito trabalho para as sociedades se reerguerem após a pandemia. Mas vamos reconstruir nossa nova forma de vida com base nos pilares antigos ou temos a oportunidade de criar um novo modo de viver?

Falando em pilar, o conceito de Desenvolvimento Sustentável possui três bases tradicionais, que são o desenvolvimento econômico, social e ambiental. Como sabemos, sem pilares fortes e equilibrados, nenhuma construção consegue se manter em pé.

Depois da tempestade, há de vir a calmaria, certamente. E quais serão nossos planos? Seguir em frente como se nada tivesse acontecido? Ficarmos parados e travados olhando para trás? Ou fazermos novas escolhas para um presente e futuros mais saudáveis e promissores, para essa e as futuras gerações?

pt Português
X
EDITORIAS