Uso de máscaras será obrigatório nas ruas da cidade do Rio

Foto: Pixabay

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse nesta sexta-feira (17) que vai baixar um decreto para que os trabalhadores dos estabelecimentos abertos e as pessoas que forem às ruas usem máscaras como prevenção. A decisão foi tomada após uma reunião, que durou cerca de três horas, em gabinete virtual com a comunidade científica do Rio de Janeiro.

Para auxiliar no cumprimento de decreto, Prefeitura vai distribuir 1,8 milhão de máscaras, que estão em produção pelas 500 costureiras contratadas pela Secretaria de Assistência Social.

“A partir de agora, por meio de um decreto, fica proibido o trânsito nas ruas sem o uso de máscara. Eu peço a todos que precisam sair de casa que usem máscara. Podem ser essas que estão na internet, feitas em casa, com tecido e um elástico atrás da orelha. Já fizemos um sacrifício grande, faltam poucas semanas para a gente vencer essa curva e retomar nossas atividades”, disse Crivella, incluindo servidores da Prefeitura entre os usuários obrigatórios das máscaras.

Crivella declarou que a recomendação à população é para manter o afastamento social neste momento crítico em que a curva de casos da Covid-19 se acentua.

“Nesse período, não podemos de maneira nenhuma correr o risco de ter contaminação em massa, sobretudo daquelas pessoas que têm comorbidades e mais de 60 anos. Renovo o apelo pelo afastamento social e à consciência de cada um para ficar em casa e só sair se absolutamente necessário, tomando cuidados”, disse.

pt Português
X
EDITORIAS