Vigilância Sanitária reduz atendimentos nas unidades de zoonoses e suspende castração

Foto: Prefeitura do Rio/Divulgação

Entre as ações de prevenção e combate ao coronavírus (Covid-19), a Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, reduziu serviços e suspendeu as cirurgias eletivas de animais, incluindo as castrações.

As medidas atendem ao Decreto RIO 47.246, que estabelece iniciativas para o enfrentamento da pandemia e como evitar aglomerações. Juntos, o Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman (IJV, em São Cristóvão) e o Centro de Controle de Zoonoses Paulo Dacorso Filho (CCZ, em Santa Cruz) fazem até 2.500 castrações por mês e recebem mais de 500 usuários por dia.

pt Português
X
EDITORIAS