A validade dos produtos de cabelo

Prazo de validade vem indicado na parte traseira do produto. Na foto, o ‘12M’ significa que a validade é de doze meses após a abertura (Foto: Reprodução)

É normal observarmos as datas de validade dos alimentos e medicamentos. No entanto, quando se trata de produtos de cabelo, raramente nos lembramos de checar se o item ainda está dentro do prazo de validade. A data estipulada na embalagem tem um propósito: esse é o período em que o produto mantém sua cor, textura, odor, funcionalidade e propriedades técnicas. Ou seja, é naquele período pré-determinado que o produto irá cumprir sua função plenamente.

Até para as pessoas que atentam para a validade do produto, resta uma dúvida ao observar a embalagem do shampoo, condicionador, máscara de tratamento ou finalizador: afinal, qual a verdadeira data de vencimento? A que consta no rótulo como “data de vencimento” ou a que consta no símbolo da embalagem aberta? E a resposta é: ambas!

Alguns países consideram como “data de vencimento” do produto apenas o prazo que conta a partir de sua abertura e, para isto, usam uma figura desenhada na embalagem simbolizando um “pote aberto” e nele colocam o número de meses que o produto terá de validade.

Ocorre que no Brasil é exigida a data de validade do produto ainda fechado, desde sua fabricação, fazendo com que os produtos de cabelo que são comercializados em território nacional possuam duas datas de validade.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), informa que “após a abertura da embalagem o produto fica mais vulnerável às diversas formas de decomposição. Assim, o consumidor deve seguir as instruções de uso e de armazenamento indicadas pelo fabricante e procurar consumir o produto dentro do prazo de validade original, mesmo que já o tenha aberto”.

O fato é que a garantia de que o produto manterá seu poder de ação e entregará o resultado prometido só pode existir dentro do prazo de validade. Geralmente, após esse prazo, existe uma margem de segurança até que o produto de fato tenha perecido. Por isso, caso esteja na dúvida, alguns sinais podem indicar que o cosmético não está mais adequado para o uso. Produtos que mudam de aspecto (cheiro, cor, textura ou formação de partículas maiores) não devem ser aplicados, pois podem ter sido afetados por fatores externos e não estarem mais próprios para uso.

Produto vencido também abre precedente para que piore a situação para o qual foi desenvolvido, pois se usado fora da validade ele não só não melhora o estado do fio como ainda pode piorar, provocando alergia, ressecamento, descamação e irritação.

Para manter o produto em boas condições de uso, é importante mantê-lo bem fechado para que não haja a entrada de bactérias. O armazenamento correto também é essencial, pois o calor e umidade podem deteriorar as fórmulas dos cosméticos rapidamente.

Alguns especialistas também recomendam evitar botar as mãos diretamente no produto. Mas isto é um tema polêmico para tratarmos em uma próxima conversa!

pt Português
X
EDITORIAS