As máscaras vieram para ficar

Fotos: Divulgação

Por Franciane Miranda

Bastante usadas por profissionais da área da saúde e por pacientes, estes acessórios se tornaram essenciais devido à pandemia do novo coronavírus. As máscaras em tecido ganharam as ruas e hoje, além de servirem de proteção, estão com um ar mais fashion e uma pitada de estilo. São produzidas por microempreendedores ou autônomos, que juntaram a necessidade de ganhar dinheiro com a grande demanda dos dias atuais.

A produção artesanal dos artigos faciais caiu na graça da população, com milhares de estampas para todos os gostos e idades. O sucesso foi tanto que vários usuários do Instagram postam todos os dias muitas fotos usando diferentes modelos: bolinhas, super-heróis, frutas, animais, cores diferentes, animal print, times do coração, desenhos animados, feitas com o uso da famosa técnica tie dye. Há também as com frases de superação e, para as mais românticas, a renda é aplicada ao tecido, deixando a peça bem sofisticada.

As máscaras, além de protegerem, estão sendo usadas de forma criativa por muitas empresas para divulgar suas marcas. As peças contêm o seu nome ou slogan escrito e, assim, fazem o seu marketing de forma positiva e com baixo custo.

A empreendedora Lidianne Oliveira lembra que começou a produzir máscaras em 2019, para o seu sobrinho que fazia tratamento de leucemia. “Então fiz para ele e para toda a família que tinha contato”. Ela afirma que produz cerca de cem máscaras por dia e, desde o início de abril, vendeu em média mil unidades. Para dar conta dos pedidos conta com a ajuda de duas pessoas para a confecção e uma para entregas, que é combinada com o cliente para sua melhor segurança durante esta fase. Lidianne detalha que usa sua página ─ innovarestudio.arte ─ como aliada para vender e mostrar as peças aos interessados.

Moradora de Niterói, Lidianne está atenta ao mercado da moda e também atende clientes que queiram peças exclusivas. “Mas, para quem deseja algo personalizado, fazemos também com um valor diferenciado, além de produzir kits pré-selecionados”, avisa. A jovem passa a dica dos temas que mais vendem: estampas neutras e lisas como listras, poá, chevron e xadrez para homens. As preferidas das mulheres e crianças são as de bichinhos e florais.

De olho neste mercado crescente, algumas marcas também estão apostando em designs diferenciados. Para as it girls, que não abrem mão da segurança e do estilo, já é possível encontrar algumas com edição limitada. São dezenas de modelos para combinar com qualquer look. Escolha o seu e arrase!

Geralmente, as pessoas usam por algumas horas e o conforto é essencial, não apenas o estilo, e existe toda uma preocupação com a produção. Fique atento: ela precisa ser em tecido duplo e resistente. Observe a estrutura do elástico, pois ele pode machucar. Pensando nisso, alguns produtores estão vendendo junto com uma tiara ─ o elástico é fixo na tiara para evitar incômodos.

Infelizmente, parece que vamos precisar as máscaras por mais um tempo. É importante termos em casa ou na bolsa. O ideal é que elas façam parte do nosso dia a dia, pois outras doenças virais são comuns, sendo uma questão de higiene e uma forma de cuidar do próximo. Fica a dica!

.
EDITORIAS