Japão aprova medicamento remdesivir contra Covid-19

Foto: Reprodução

Da Redação

Menos de uma semana depois dos Estados Unidos, o Japão se tornou o segundo país a autorizar o remdesivir para tratar pacientes com Covid-19. A informação foi confirmada por uma autoridade do ministério da Saúde.

Segundo informações, este medicamento obteve uma autorização de emergência semelhante da agência americana de medicamentos (FDA), com base em um ensaio clínico positivo nos Estados Unidos.

Esta é a primeira terapia a demonstrar alguma eficácia contra a Covid-19 em um ensaio clínico significativo, com mais de 1.000 enfermos.

Pacientes hospitalizados com Covid-19 e tratados com remdesivir reduziram seu tempo de recuperação em quatro dias, de 15 para 11 dias, de acordo com os resultados do estudo americano.

O Japão também planeja autorizar outro medicamento antiviral, o Avigan (favipiravir), este mês para tratar a Covid-19, afirmou nesta quinta o porta-voz do governo.

Desenvolvido por uma subsidiária do grupo japonês Fujifilm, o Avigan foi autorizado em 2014 no Japão para tratar formas graves de influenza. Devido a efeitos colaterais potencialmente graves, especialmente em mulheres grávidas, só pode ser produzido e distribuído no Japão a pedido do governo.

Após resultados encorajadores de estudos na China, outros ensaios clínicos estão em andamento em todo o mundo para testar a eficácia do Avigan contra o novo coronavírus.

pt Português
X
EDITORIAS