Jesus Chediak, morre no Rio, vítima de Covid-19

O site da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) confirmou, hoje, o falecimento, por Covid-19, do jornalista, escritor, cineasta e dramaturgo Jesus Chediak, 78 anos, que era diretor cultural da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e atuava como curador da superintendência de Artes da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. Chediak estava internado desde segunda-feira, 4, no Assim Medical Center do Méier, Zona Norte do Rio. A Prefeitura de Duque de Caxias, cidade onde Chediak deixou sua marca como secretário de Cultura, na gestão do ex-prefeito Alexandre Cardoso, decretou luto oficial de três dias pelo falecimento.

pt Português
X
EDITORIAS