Nadal está cético com retorno do Circuito Mundial de Tênis este ano

Foto: Reprodução

O multicampeão das quadras Rafael Nadal revelou ontem (5), em longa entrevista ao jornal espanhol El País, que não acredita na retomada do circuito mundial de tênis este ano. Por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), foram cancelados o Torneio de Wimbledon e o Aberto da França. O calendário ainda está mantido para o Aberto dos Estados Unidos, marcado para agosto, apesar de o país liderar os números de pessoas infectadas e de óbitos no mundo.

“Acho que não voltaremos às quadras em 2020, infelizmente. Quero estar preparado para 2021. Vejo este ano como praticamente perdido. Minha esperança é de poder começar o próximo ano, se Deus quiser”, aguarda confiante o atual número dois do mundo.

Vencedor de 19 Grand Slams aos 33 anos de idade, Nadal expressou sua discordância em como as autoridades lidaram com a crise.

“O mundo está passando por uma pandemia, então as pessoas não podem viajar. Isso é uma situação inevitável, mas entendo que, para salvar vidas, as coisas poderiam ter sido feitas de maneira diferente. Se medidas preventivas tivessem sido tomadas anteriormente, todas as medidas extremas que adotamos mais tarde teriam sido evitadas. Que eles não consideram isso uma crítica a um governo, porque, no final, tudo isso também me afetou. Também não achei que fosse viver algo assim, e então faço o mea culpa. Eu estava pronto para jogar no Indian Wells sem pensar no que estava vindo sobre nós…”.

O espanhol também não poupou críticas àqueles que não reconhecem seus erros à frente da administração pública.

“Ninguém esperava isso, mas as pessoas que mandam têm acesso a todas as informações e, nesse sentido, acredito que houve um erro. Geralmente estou errado e reconheço meus erros, e reconhecê-los nos humaniza. Não estou sendo oportunista, mas simplesmente a situação também está além de mim. Eu não tenho as informações e decido apenas sobre mim”.

pt Português
X
EDITORIAS