O 1º de Maio em tempo de pandemia

Foto: Reprodução

Não há o que comemorar. Pela primeira vez ao longo desse século, e em nível mundial, os trabalhadores, e porque não dizer também os empregadores, não têm o que comemorar diante dessa pandemia causada pelo vírus covid-19.

Outrora estaríamos festejando e nos manifestando por melhores salários, emprego, segurança, educação e saúde. Mas o mundo se rendeu de joelhos à covid-19, que está ceifando milhares e milhares de vidas mundo afora, falindo empresas e exterminado postos de trabalho.

No nosso caso, nosso quintal, nosso terreiro, a situação, que já se encontrava caótica pelo desemprego de quase 15 milhões de trabalhadores e 40 milhões na informalidade, a expectativa era a que os sindicatos mobilizassem os trabalhadores para grandes manifestações em defesa do emprego e contra os ataques perpetrados pelos governos Temer e agora Bolsonaro através das reformas trabalhista e previdenciária, bem como cerrar fileiras contra a reforma sindical que está a caminho, nesse momento paralisada pela pandemia.

A humanidade, ao longo de sua existência, já contabilizou dezenas de pandemias e pestes, tais como: peste negra; cólera; gripe espanhola; gripe suína; H1N1; HIV, entre outras tantas que não convém aqui enumerá-las. Entretanto, a covid-19, que, repita-se, paralisou o mundo, impediu que esse 1º de Maio fosse um dia de luta e de comemoração em todo mundo.

Não podemos esmorecer! Temos que continuar lutando pelos nossos ideais e ter esperança de que dias melhores virão. Nossa luta nesse momento é por nossas vidas, que se encontram ameaçadas pelo novo coronavírus. A guerra é interminável e cada dia é uma batalha para os trabalhadores.

Tenhamos a certeza de que esse 1º de Maio vai ficar marcado na história como sendo o 1º de Maio dos milhares de heróis, verdadeiros combatentes nessa trincheira de luta, que são os que trabalham em hospitais. São, sem sombra de duvidas, os médicos e enfermeiros os nossos heróis. Viva a Medicina! Viva todos nós! Vivas aos médicos e enfermeiros! Esse 1º de Maio é dedicado a vocês que estão fazendo história!

pt Português
X
EDITORIAS