Presidente da Funarte que comparou o rock ao satanismo reassume o cargo

Dante Henrique Mantovani (Foto: Reprodução)

O maestro Dante Henrique Mantovani foi nomeado novamente para a presidência da Fundação Nacional de Artes (Funarte). Ele havia sido demitido pela Secretária de Cultura, Regina Duarte, e foi readmitido nesta terça-feira (5). A decisão foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto.

Dante causou polêmica no cargo quando fez um vídeo para o seu canal dizendo que o rock ativa drogas, sexo, aborto e satanismo. Um dia antes de assumir o cargo, Regina anunciou que o tiraria do cargo e cumpriu sua promessa logo no primeiro dia como secretária de Cultura.

Desde então, dois meses depois, a Funarte estava sem um presidente. Isso porque Regina está tendo problemas para escolher uma equipe. Vários nomes indicados para posições importantes da Cultura vêm sendo vetados pela militância bolsonarista. Na semana passada a secretária finalmente conseguiu definir um nome para ser o nº 2 da pasta. A atriz escolheu o advogado Pedro Horta.

Jair Bolsonaro chegou a criticar a secretária. Na semana passada, em conversa com apoiadores na frente do Palácio da Alvorada, o presidente reclamou da ausência de Regina em Brasília, apesar de dizer, em seguida, que também ama a “namoradinha do Brasil”.

pt Português
X
EDITORIAS