Coisa de criança

Foto: Pinterest

Parques fechados, praias interditadas, passeios suspensos. A relação com o ambiente é extremamente necessária para o desenvolvimento infantil e aprimoramento educacional quanto à sustentabilidade.

Como fazer, então, com que os pequenos tenham contato com o meio, mesmo estando dentro de casa durante a pandemia?

De fato, não é possível substituir integralmente o contato com a natureza, mas é possível desenvolver estratégias para que essa relação permaneça viva. Vejamos algumas dicas:

− Passeios, trilhas e expedições virtuais: diversos canais, sites e plataformas online estão disponibilizando visitas virtuais em parques, unidades de conservação, florestas e trilhas. E o melhor: é de graça! E é um ótimo programa para ter conexão com as crianças, juntinho com a natureza.

− Livros de histórias, filmes e desenhos infantis sobre natureza e sustentabilidade: entre um programa e outro, que tal uma leitura, um filme ou um desenho infantil com temática ambiental? Ver a natureza e outras crianças em interação com meio ambiente estimula a percepção e o conhecimento sobre a fauna, flora, clima e demais aspectos do meio natural.

− Atividades sustentáveis em casa: começar uma horta em um vaso, fazer coleta seletiva, montar brinquedos com material reciclável, aprender sobre não desperdiçar. Essas e outras atividades podem estimular as práticas de educação ambiental nas crianças em casa.

E para quem está em regiões já com maior flexibilização, manter o distanciamento social ainda é uma necessidade. Nesse caso, dar preferência para locais abertos e áreas verdes, em vez de shoppings e locais fechados, é uma boa solução para o lazer.

Já sabemos que a preservação ambiental possibilita a vida saudável para as presentes e futuras gerações. E, para manter e passar esse legado, a melhor ferramenta é a educação ambiental.

.
EDITORIAS