Conheça mais sobre a história do Rio em 10 livros

Palácio Monroe, antiga sede do Senado, demolido em 1976 (Foto: Reprodução)

Por Sandro Barros

Se você já não aguenta mais ver live e séries de TV nessa quarentena, que tal sair dessa rotina e buscar novas emoções? Uma excelente opção para isso está na literatura. E se você é também apaixonado pelo Rio de Janeiro, selecionamos dez livros que falam sobre a fascinante Cidade Maravilhosa e, é claro, dos cariocas, sempre através de narrativas que vão da ficção à realidade mais crua. As obras podem ser adquiridas pela internet ─ versão digital ou impressa ─ por preços acessíveis. Aventure-se então em um bom livro!

O Cortiço

É impossível pensar no Rio sem levar em conta a história das favelas e a figura mítica do carioca debochado. ‘O Cortiço’, publicado em 1890 por Aluísio de Azevedo, é uma obra de ficção que descreve o ambiente precursor das favelas na cidade. Pobreza, exclusão, humildade e as minorias daqueles tempos nos fazem pensar sobre os espaços e vícios insalubres no Rio de Janeiro antigo.

1808

O livro é uma sátira sobre a chegada da Família Real Portuguesa ao Rio, em 1808. Mais do que o teor humorístico da narrativa, ‘1808’, de Laurentino Gomes, acaba sendo um retrato interessante sobre a formação da cidade para o leitor atento ─ e dá pistas importantes sobre como a política local e nacional se configurou por ali.

Cemitério dos Vivos

Autoficção de Lima Barreto, o romance ─ que ficou inacabado ─ ‘Cemitério dos Vivos’ foi escrito entre 1919 e 1920 e conta sobre sua internação por depressão e alcoolismo no Hospital Nacional dos Alienados. Atualmente, o local sedia o campus da Praia Vermelha da UFRJ. A história fala sobre importantes marcos arquitetônicos e sociais do Rio.

Fim

O patrimônio mais importante do Rio é, provavelmente, o povo carioca. Se você se interessa mais por pessoas do que pelas cidades em si, uma boa pedida pode ser ‘Fim’, de Fernanda Torres. O livro fala sobre cinco amigos no Rio de Janeiro, que dividem memórias dos momentos mais importantes de suas vidas quando estão prestes a morrer.

Cidade Partida

Retrato fundamental sobre a vida nas favelas cariocas. A relação dos habitantes com a violência é um tema central de ‘Cidade Partida’, de Zuenir Ventura, que não é uma narrativa pessimista como todo: a história de Vigário Geral também deu origem à mobilização popular que fez nascer o movimento Viva Rio. O livro traz depoimentos muito tocantes.

Carnaval no Fogo

Apesar do nome, o livro não trata do Carnaval em si, mas de fatos que fazem com que o Rio seja a cidade complexa e efervescente ─ com auge no Carnaval ─ que é hoje. Em ‘Carnaval no Fogo’, com um apanhado de histórias de todas as épocas na cidade, Ruy Castro dá destaque às pessoas e anedotas mais intrigantes da capital fluminense nos últimos 500 anos.

O Beijo no Asfalto

De Nelson Rodrigues, publicado em 1960, ‘O Beijo no Asfalto’ é uma peça importante para entender a sociedade carioca daqueles tempos. Inspirado numa história real com algumas modificações, o livro tem como fio condutor um beijo entre dois homens durante uma cena de atropelamento e o furor que isso causa na sociedade e na vida pessoal de um deles.

Histórias de Vida e Morte

De Luiz Eduardo Soares, o mesmo antropólogo que publicou o livro em que ‘Tropa de Elite’ se baseou, ‘Rio de Janeiro: Histórias de Vida e Morte’ é um mergulho profundo nos temas políticos mais tristes da cidade: tráfico de drogas, corrupção policial e violência. Indicado para quem quer entender de verdade os bastidores das mazelas do Rio.

A Voz do Alemão

O jovem Rene Silva se uniu à jornalista Sabrina Abreu para contar histórias que geralmente não são ouvidas. Em ‘A Voz Do Alemão’, histórias de moradores do Alemão e do próprio Rene formam um panorama justo sobre a vida no morro, com todas as belezas e brutalidades que a realidade local inclui.

História do Rio De Janeiro Através da Arte

A história da cidade através de pinturas, gravuras, desenhos e fotografias de vários artistas. A autora Luciana Sandroni criou o Pão de Açúcar como narrador dessa história, que começa na evolução geológica da cidade, passando pelos homens da pré-história, pelos índios, os portugueses, as guerras, a fundação da cidade, os engenhos de açúcar e muito mais.

Capas dos livros: Divulgação

pt Português
X
EDITORIAS