Impeachmet: Witzel é esperado para prestar depoimento nesta quinta

Foto: Reprodução

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), deve prestar depoimento, na manhã desta quinta-feira (9), na superintendência da Polícia Federal, na Praça Mauá, Região Portuária do Rio. Um segundo depoimento deve acontecer já nesta sexta-feira (10), sobre suspeita de irregularidades em contratos emergenciais na área da Saúde, durante a pandemia da covid-19.

Paralelamente, inicia nesta quinta a contagem do prazo, que expira em 30 de julho, para que o governador apresente sua defesa no processo de impeachment aberto pela Alerj. O tempo do prazo equivale a dez sessões plenárias da Assembleia.

A Polícia Federal apurou que há suspeitas de corrupção no contrato entre a Secretaria de Saúde e a Organização Social Iabas, no valor de R$ 835 milhões, para a construção de sete hospitais de campanha. Apenas dois deles foram entregues, sendo que todos deveriam estar funcionando até o final de abril.

Witzel foi um dos alvos dos 12 mandados de busca e apreensão cumpridos pela Operação Placebo, deflagrada pela PF, no dia 26 de maio. Os agentes estiveram no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governador, e em seu imóvel particular, no Grajaú, Zona Norte do Rio. Os celulares do governador e de sua esposa, Helena Witzel, foram apreendidos na ocasião.

pt Português
X
EDITORIAS