Brasil registra mais de 47 mil novos casos e 1.085 mortes por covid-19

Foto: Reprodução

O Brasil registrou 47.161 casos confirmados de covid-19 e 1.085 mortes em 24 horas, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde divulgados nesta quarta-feira (27/08). O balanço eleva o total de infecções para 3.717.156 e o total de óbitos para 117.665

Diversas autoridades e instituições de saúde alertam, contudo, que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação.

Ao todo, 2.908.848 pacientes se recuperaram da doença, e 690.642 estão em acompanhamento, segundo o Ministério da Saúde. O Conass não informa número de recuperados.

São Paulo é o estado brasileiro mais atingido pela epidemia, com 776.135 casos e 29.194 mortes. A Bahia é o segundo estado brasileiro com maior número de casos, somando 245.021 infecções e 5.116 mortes. O Rio de Janeiro está em segundo lugar na contagem de óbitos, totalizando 15.700, e soma 216.675 infecções.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de óbitos e casos de covid-19 oficialmente notificados, atrás somente dos Estados Unidos, que registram mais de 5,8 milhões de casos e quase 170 mil mortes.

A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes no Brasil chegou a 56,0. Nações europeias duramente atingidas pela doença, como o Reino Unido (62,47) e a Bélgica (87,51), ainda aparecem bem à frente, mas esses países começaram a registrar seus primeiros casos entre três e quatros semanas antes do Brasil, e o número de óbitos diários está na casa dos dois dígitos.

Ao todo, mais de 821 mil pessoas morreram em decorrência do vírus no planeta. Depois de EUA e Brasil, os maiores números absolutos de mortes se concentram no México (61,4 mil), na Índia (59,4 mil), e no Reino Unido (41,5 mil).

EDITORIAS