Categorias
Destaque Política

Partido de Witzel acata decisão do STJ e dá apoio à Cláudio Castro

O Partido Social Cristão (PSC), ao qual o governador afastado Wilson Witzel é filiado, se pronunciou em nota, nesta quarta-feira (2), dizendo acatar a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que manteve o afastamento dele do cargo por 180 dias.

Na mesma nota, o PSC ainda demonstrou apoio ao governador em exercício, Cláudio Castro, também filiado ao partido. Castro, que também é investigado por uso irregular de verbas.

“O Partido Social Cristão acata respeitosamente a decisão do Superior Tribunal de Justiça que mantém Wilson Witzel afastado do cargo de governador do Rio de Janeiro. A legenda acredita que o governador legitimamente eleito em 2018, com mais de 4 milhões de votos, terá assegurado seu amplo direito de defesa. O PSC confia plenamente no governador em exercício, Cláudio Castro, e dará todo o apoio para que ele conduza o governo de modo a atender da melhor forma possível os anseios da população do RJ.”

Além de tentar reverter a decisão do STJ, podendo apelar ao Supremo Tribunal Federal (STF), Witzel ainda terá que lutar politicamente contra a abertura de processo de impeachment na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O governador é acusado de ter participado de esquema envolvendo desvios de recursos na área da saúde, o que ele nega.

Categorias
Destaque TV & Famosos

Rafa Kalimann encabeça campanha do “Setembro Amarelo” com alerta para o suicídio

Desde 2014 o mês de setembro recebeu uma missão especial: falar com a população sobre o suicídio! Colorido de amarelo pela OMS (Organização Mundial da Saúde), ele se tornou o mês onde profissionais da saúde, celebridades, pessoas que passaram por alguma situação relacionada, passaram a fazer campanhas para conscientizar sobre esse assunto tão delicado, porém extremamente necessário.

“Hoje mais de 1 milhão de mortes são acusadas por ano por suicídio, e ainda existem muitos tabus que limitam os pedidos de ajuda e a procura pela ajuda certa. Abordar esse assunto ajuda para que se consiga identificar os sinais de quem está passando por momentos difíceis e evitar que uma pessoa chegue a esse estágio de desespero.” – Rafa.

Diante de toda a importância sobre o assunto, Rafa Kalimann resolveu falar em suas redes sociais, de forma prática, principalmente para os jovens, sobre assuntos como depressão, pânico, ansiedade e estresse. Entram no papo também como prevenir esses estados e alguns pontos que possam desencadear tais atitudes.

“Muitas pessoas têm, mas não sabem de onde vem o desespero, a angústia, o pânico, enfim, tudo que resulta em uma doença que mata silenciosamente e leva à atos como o suicídio, e isso é muito sério, precisamos falar mais disso.”

Durante todo o mês de setembro, Rafa Kalimann receberá convidados como Lucas Lucco, Maísa, Deive Leonardo, e claro, profissionais da saúde que debaterão sobre esse assunto tão sério e pouco falado, para tentar ajudar e conscientizar uma população que sofre com pontos como traumas, conflitos familiares, não aceitação, discriminação, dificuldades financeiras, e principalmente como e onde procurar identificar sintomas, onde procurar ajuda e como superar.

Além dos bate papos em suas redes, Rafa lançará pequenos desafios semanais e alguns relatos nos vídeos.

“É essencial ajudar ao próximo, é humano. Não podemos cruzar os braços e fingir que nada acontece. O que eu puder fazer para ajudar, farei. E nada melhor do que usar a minha ferramenta de trabalho, que graças a Deus alcança muita gente, para levar informação e um pouco de carinho.” – completa Rafa

Categorias
Esportes Notícias do Jornal

De volta ao Brasil após prisão no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho anuncia filme

O filme contará a trajetória de Ronaldinho, desde os tempos em que surgiu na base do Grêmio, até brilhar na Europa vestindo a camisa, em especial do Barcelona. O craque voltou ao Brasil e atuou no Flamengo, mas foi pelo Atlético que ele conquistou o inédito título da Copa Libertadores de 2013, além da Recopa Sul-Americana, em 2014.

Categorias
Esportes Notícias do Jornal

Os maiores artilheiros de 2020

Com a volta da Copa do Brasil, dois jogadores se destacaram nas classificações de seus times para a quarta fase e subiram para a primeira colocação na lista dos maiores artilheiros do Brasil na temporada 2020: Nenê (Fluminense) e Léo Gamalho (CRB). O veterano meia do Fluminense marcou 3 gols contra o Figueirense e assumiu a artilharia da Copa do Brasil com 6 gols. Na temporada, o jogador de 39 soma 15 gols em 23 jogos. Outro experiente atacante, Léo Gamalho, fez um gol no empate do CRB contra o Cruzeiro, e foi para 5 gols na Copa do Brasil, onde é o vice-artilheiro. No ano, Gamalho também soma 15 gols, assim como Tiago Orobó, ex-América de Natal e agora no Fortaleza.

Categorias
Brasileiro com muito Orgulho Notícias do Jornal

Ary Beira Fontoura ou, simplesmente, Ary Fontoura

É um ator paranaense nascido em 27 de janeiro de 1933, conhecido por interpretar papéis marcantes na TV como o do prefeito Florindo Abelha na novela “Roque Santeiro” (1985). Filho de um professor e de uma dona de casa mostrava desde pequeno vocação para o meio artístico, imitando pessoas. Com 10 anos, se apresentou em uma rádio de seu estado natal como cantor.

A sua carreira marcada de excelentes personagens inesquecíveis como o professor de botânico Baltazar Câmara de O Espigão, o sinistro professor Aristóbolo Camargo de Saramandaia, o avarento Nonô Correia de Amor com Amor se Paga, o prefeito emblemático Florindo “Seu Flô” Abelha de Roque Santeiro, o ator Nero Petraglia de Bebê a Bordo, o autoritário coronel Artur da Tapitanga de Tieta, o deputado corrupto Pitágoras de A Ondomada e Porto dos Milagres, o misterioso Silveirinha de A Favorita, o prefeito falido Isaías “Zazá” Junqueira de Morde & Assopra e o seu personagem Dr. Lutero de Amor à Vida.

Antes da fama, estudou Direito e trabalhou em um circo. Nos anos 1960, começou na TV, atuando primeiro na TV Paraná. Em meados dos anos 1964, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde atuou em “Como Vencer na Vida Sem Fazer Força” com Marília Pêra e Moacyr Franco. No ano seguinte estreou na Globo em “Rua da Matriz”. Depois, foi visto no elenco do programa de humor “TV0-TV1” e da novela “Passo dos Ventos”.

No teatro, seus últimos trabalhos foram nas peças O Comediante, de Joseph Meyer e Num Lago Dourado, de Mark Rydell. Nesta última, Ary Fontoura foi indicado na categoria Melhor Ator ao Prêmio Shell de Teatro.

Em 2011, despontou na trama de Morde& Assopra como o prefeito falido Isaías “Zazá” Junqueira, casado com a fútil Minerva (Elizabeth Savalla) e pai da mimada Alice (Marina Ruy Barbosa) e do divertido homossexual.

Em 2012, interpretou o tradicional Coriolano em Gabriela. No ano seguinte, encarna mais um papel de destaque, desta vez como o solidário médico Dr. Lutero em Amor à Vida.

Em 2016, interpretou o fazendeiro Quinzinho em Êta Mundo Bom, novela das 6h da Rede Globo, escrita por Walcyr Carrasco.

Em 2018, interpretou o Barão de Ouro Verde, Afrânio Cavalcante, em Orgulho e Paixão, novela das seis da Rede Globo, escrita por Marcos Bemstein.

Também passou pelo cinema, em mais de 20 filmes, e no teatro, em peças como “A Ópera do Malandro”. Foi eleito duas vezes o Melhor Ator do Troféu Mambembe, em 1983 e 1986.

Ary nesse tempo de pandemia vem ganhando fãs mais jovens e muita visibilidade nas redes sociais, principalmente no Instagram, que diariamente faz postagens da sua rotina de vida, interage direto com os fãs e mostra que mesmo sendo um dos grandes nomes da televisão brasileira, nunca deixou a simplicidade.

Categorias
Destaque Economia

Salário mínimo para 2021 ficará em R$ 1.067

A queda da inflação fez o governo reduzir o reajuste do salário mínimo para o próximo ano. Segundo o projeto do Orçamento de 2021, enviado  ao Congresso, o mínimo subirá para R$ 1.067 em 2021.

O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021, enviado em abril,  fixava o salário mínimo em R$ 1.075 para o próximo ano. O valor, no entanto, pode ser revisto na proposta de Orçamento da União dependendo da evolução dos parâmetros econômicos.

Segundo o Ministério da Economia, a queda da inflação decorrente da retração da atividade econômica impactou o reajuste do mínimo. Em abril, a pasta estimava que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) encerraria 2020 em 3,19%. No projeto do Orçamento, a estimativa foi revisada para 2,09%.

A regra de reajuste do salário mínimo que estabelecia a correção do INPC do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) de dois anos antes perdeu a validade em 2019. O salário mínimo agora é corrigido apenas pelo INPC, considerando o princípio da Constituição de preservação do poder de compra do mínimo.

 

Categorias
Destaque Notícias

STJ prorroga por mais cinco dias prisão de Pastor Everaldo

O ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), prorrogou por mais cinco dias a prisão temporária do ex-presidente do PSC Pastor Everaldo. O magistrado atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

No mesmo dia de sua prisão, o pastor se afastou da presidência do PSC. Em seu lugar assumiu interinamente o vice-presidente do partido, Marcondes Gadelha.

Pastor Everaldo foi preso na sexta-feira (28) durante Operação Tris In Idem, que investiga um esquema de corrupção no governo do Rio de Janeiro. O caso corre sob sigilo ao menos até a análise sobre o recebimento de uma denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF).

Na mesma operação, o governador do Rio, Wilson Witzel, foi afastado do cargo por 180 dias, também por decisão de Gonçalves.

Nesta quarta-feira (2), a Corte Especial do STJ deve julgar se mantém a liminar (decisão provisória) do ministro sobre o afastamento.

Em nota divulgada pelo PSC, o Pastor Everaldo diz desconhecer os motivos da prorrogação de sua prisão porque ainda não teve acesso à decisão. “Ele reitera que sua prisão é desnecessária, uma vez que sempre esteve à disposição de todas as autoridades. Pastor Everaldo reafirma sua confiança na Justiça e sua fé em Deus”, diz o texto.

Numa segunda nota, o PSC acrescentou que o Pastor Everaldo “vem se colocando sistematicamente à disposição da Justiça, além de ter endereço fixo e conhecido”. O partido disse ainda que “reitera sua confiança na Justiça, entretanto a criminalização dos políticos enfraquece a democracia”.

Categorias
Destaque Economia

Banco Central apresenta nova cédula de R$ 200

O Banco Central apresentou nesta quarta-feira (2) a nova cédula de R$ 200, que passa a ter valor legal imediatamente e começa a circular conforme a demanda. Ao todo, serão disponibilizadas 450 milhões de unidades da nota até o fim do ano.

Para o presidente do BC, Roberto Campos Neto, a introdução da nova cédula era fundamental para evitar um eventual desabastecimento do pepel-moeda frente ao aumento da demanda por dinheiro em espécie desde o início da pandemia do novo coronavírus.

“O momento singular que estamos vivendo trouxe os mais diversos desafios, e um deles foi um aumento expressivo na demanda da sociedade brasileira por dinheiro em espécie. O aumento foi verificado no Brasil desde o início da pandemia, mas não foi exclusividade do nosso país. Outras nações viveram fenômeno semelhante. Em momentos de incerteza, é natural que as pessoas busquem a garantia de uma reserva em dinheiro”, afirmou, durante o discurso de lançamento do novo modelo.

A cédula de R$ 200 traz cores cinza e sépia predominantes e homenageia o lobo-guará, animal típico da fauna do cerrado brasileiro, e atualmente ameaçado de extinção. A nota tem o mesmo formato e dimensões da cédula de R$ 20 (14,2cm x 6,5cm). A decisão de manter o formato, segundo o BC, é para melhor adaptação aos caixas eletrônicos e demais equipamentos automáticos que aceitam e fornecem cédulas de dinheiro.

“O Banco Central tem atuado durante todos estes meses e tem conseguido fornecer cédulas e moedas de modo a atender às necessidades da sociedade de forma adequada. Ainda assim, como estamos vivendo um momento sem precedentes na história, não há como prever se essa demanda por dinheiro em espécie continuará aumentando, e por quanto tempo. Esse momento, com essas necessidades, se mostrou oportuno para o lançamento de uma cédula de maior valor, cujo pré-projeto já existia desde o lançamento da segunda família de cédulas, em 2010”, acrescentou Campos Neto.

Ao também justificar a necessidade da nova cédula, a diretora de administração do BC, Carolina de Assis Barros, explicou que a estimativa de papel-moeda projetada pelo Banco Central tornaria inviável a reposição com a impressão de novas notas de R$ 100.

Segundo ela, os cálculos do BC, em análise conservadora, estimavam a necessidade de um adicional de R$ 105,9 bilhões, em valor financeiro, que precisaria ser gerado em um espaço de cinco meses. Isso sem contar as encomendas de novas cédulas e moedas previstas para o ano, da ordem de R$ 64 bilhões, também em valor financeiro.

“A Casa da Moeda do Brasil possui um parque fabril dimensionado para as necessidades brasileiras conforme o padrão histórico verificado até aqui. No entanto, a fim de gerar maior volume financeiro em menor espaço de tempo, imprimir cédulas de R$ 100 não seria uma alternativa factível, pois a capacidade de produção da referida denominação em 2020 já estava integralmente adquirida”, explicou a diretora.

Características da nova cédula

A cédula de R$ 200 é impressa em papel fiduciário, que tem uma textura mais firme e áspera que o papel comum. Pelo tato, é possível sentir um alto-relevo em algumas áreas da nota, como nas legendas “Banco Central do Brasil” e “República Federativa do Brasil”, nos numerais impressos na frente e no verso, na faixa vertical de folhas, nas flores e no fruto, na efígie da República (frente) e no lobo-guará (verso).

Sob luz ultravioleta, é possível enxergar o número 200 na frente e a numeração vermelha do verso aparece na cor amarela. Além disso, pequenos fios coloridos se tornam visíveis. Ao colocar a nota na altura dos olhos, na posição horizontal, é possível ver o número 200 sob o desenho de um arbusto, no canto direito inferior da cédula, em sua face frontal.

A marca-d’água da nova cédula permite visualizar, se colocada contra a luz, a figura de um lobo-guará e o número 200, em tons que variam do claro ao escuro. Também ao posicionar a cédula contra a luz, o fio de segurança fica visível, próximo ao meio da nota.

A partir de hoje e até o final de setembro, o governo federal vai veicular uma campanha publicitária de apresentação da nova cédula de R$ 200 nos meios de comunicação e na internet.

Com Informações: Agência Brasil

Categorias
Carlos Augusto | Opinião Notícias do Jornal

O terror na ponta de uma caneta

O terrorismo pode ser praticado sob vários atos e ações revolucionárias ou contra revolucionárias ou paramilitares, quer seja de direita, quer seja de esquerda.

Mas o terrorismo praticado pela canetada, em alguns casos por uma única caneta (decisão monocrática), somente acontece em nosso País.

Essa canetada do “sabe com que está falando”, vem sem sombra de dúvidas, dos Ministros do STF. É a canetada terrorista que liberta os maiores corruptos e corruptores que fazem milhares de vítimas, que mancham a democracia brasileira, o Estado Democrático de Direito e a Constituição Federal.

Estamos vivenciando uma prática terrorista sem precedentes na história do nosso País. Estão intimidando os cidadãos de bens com ameaça de prisão àqueles que ousam a protestar contra os “11 Deuses do Olimpo”.

Quando se trata de protesto contra os 11 togados da Suprema Corte (que consome mais de 1 bilhão de reais por ano do erário público), o cidadão é tratado como fascista, antidemocrático e tem sua vida privada devassada, com a policia federal a invadindo suas casas, algemando-os e sendo conduzido para prisão a mando dos togados.

No caso dos dossiês sobre a vida dos servidores, que por 9 votos a 1, os 10 togados participaram da votação,  proibiram, ACERTADAMENTE, a elaboração desses dossiês.

O mais interessante foram os argumentos dos Ministros, pura hipocrisia, por exemplo:

 Ministro Alexandre de Moraes que disse “O que mais me preocupou, o que mais me parece desvio de finalidade é a tentativa de órgãos de inteligência de tentar planilhar a preferências políticas e filosóficas de agentes policiais sem que eles tivessem praticado qualquer atividade ilícita.” “não importa se o policial é a favor politicamente de A ou B. Desde de que exerça sua função dentro dos limites legais, ele tem absoluta liberdade para aderir à posição que ele quiser.”

A Ministra Rosa Werber “em uma democracia ninguém deve temer represálias por apenas expressar uma opinião, uma crença, um pensamento não endossado por quem ocupa posição de autoridade.”

O Ministro da libertação dos corruptos, Gilmar Mendes: “avaliou que dossiês foram produzidos “em virtude do exercício da liberdade de expressão, o que é incompatível com o regime de proteção às liberdades constitucionais estabelecidas.”

Já o ministro Ricardo Lewandowski: “é inadmissível num Estado Democrático de Direito, se elabore dossiês sobre cidadãos dos quais constem informações quanto as suas preferências ideológicas, políticas.”

Também concordo, sem sombra de dúvidas, que eles estão corretos nessas afirmações. Porém, como diz o velho ditado: “o pau de dá em Chico também serve para dá em Francisco”. Certo… Não para os 11 togados.

Quando se trata de defender seus próprios interesses, os 11 togados se apresentam como os supremos defensores da democracia. Agora quando eles praticam atos que contrariam as leis com decisões políticas impopulares, como por exemplo, libertação de políticos e empresários corruptos, ou quando se sentem ofendidos por manifestações populares contrárias a suas decisões, a primeira iniciativa é ameaçar e mandar prender os cidadãos de bem.

Em suma, praticam vários tipos de violências tais como abuso de poder, constrangimento ilegal da cidadania, arbitrariedades, invasão de domicílios com a policia federal, censura, atentados contra liberdade de expressão, lei de segurança nacional e tudo que tiver ao alcance de suas canetas.

Não será surpresa que todos os envolvidos na corrupção que se entranhou no Rio de Janeiro (mais um governador corrupto), sejam posto em liberdades pelo togados do STF, assim como ocorreu com vários outros. Já estão ensaiando a absolvição do ex-presidente mais corrupto da história brasileira, pois os libertadores de corruptos irão julgar se às condenações do juiz Moro foram imparciais.

Libertam a bandidagem do colarinho branco, mandam prender o “ladrão de galinha” e dão salvo conduto para bandidagem em geral. A população paga o preço como o mais um recentre episódio da violencia urbana no Rio de Janeiro, ocorrida na comunidade do morro de São Carlos.

Esse é o nosso STF. Puro AUTORITARISMO de Toga!

Está na hora do povo eleger diretamente os Ministros da mais alta corte do nosso País. O povo elege e o povo tira. Não se pode confiar numa corte que é indicada pelo Presidente da República com o aval do Congresso Nacional, e pasmem, com cargo vitalício. Os Ministros do STF tem que obedecer a regra das eleições gerais e serem submetidos ao crivo popular com mandato de 4 anos e com direito a uma reeleição. Isso sim é democracia. Isso sim é Estado Democrático de Direito.

Assim eu penso.

Categorias
Notícias do Jornal O Rio que o Carioca Não Conhece

Centro de Arte Hélio Oiticica

Localizado no entorno da Praça Tiradentes, o Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica (CMAHO) está situado em um belíssimo edifício histórico no estilo neoclássico construído para sediar o Conservatório de Música.  Inaugurado em 1872, o edifício foi ampliado dezoito anos mais tarde, com a anexação de dois prédios, sob orientação do arquiteto italiano Sante Bucciarelli, quando recebeu o desenho atual.

O CMAHO, inaugurado em 1996 para abrigar parte do acervo de obras do artista Hélio Oiticica, manteve ao longo de sua existência uma forte característica de centro cultural, sediando exposições de grandes artistas brasileiros e estrangeiros e apoiando suas produções mais recentes.  No final dos anos 2000 o acervo de Oiticica foi transferido para outro local. Atualmente o CMAHO é um espaço de encontro de diversos públicos, conectado com o território ao seu redor por meio da Rede Tiradentes Cultural.

Foto: Reprodução

A memória da instituição, composta por documentos, fotos, vídeos e textos, pode ser consultada, mediante agendamento prévio, na charmosa Sala de Pesquisa, cujo precioso acervo conta, também, com publicações voltadas para a arte contemporânea e áreas afins, editadas pelo CMAHO ou doadas por parceiros, disponíveis para consulta do público.

Distribuído em três andares, o CMAHO possui seis espaços para exposições, dois mezaninos e duas salas multiuso. Além disso, também dispõe de um auditório para cem pessoas, ideal para palestras, apresentações teatrais e musicais, um simpático café, e zona WIFI no andar térreo. Logo na entrada destaca-se uma intervenção do artista Richard Serra, resultante da exposição Rio Rounds, ocorrida em 1997.

Hélio Oiticica foi um artista revolucionário, transgressor dos valores conservadores burgueses. Era frequentador assíduo da Mangueira e usou sua criatividade para dar voz aos oprimidos e bater de frente com o regime militar.

É dele a icônica frase “seja marginal, seja herói”, usada como bandeira em 1969 durante um show dos Mutantes, Gilberto Gil e Caetano Veloso no Rio de Janeiro. Essa afronta serviu como desculpa para prenderem os dois baianos, que foram exilados na Inglaterra.

Foto: Reprodução

 

Algumas de suas obras estão expostas no Inhotim mas só no Rio de Janeiro existe um espaço totalmente dedicado ao artista. Instalado num edifício de arquitetura neoclássica do século XIX, bem no corredor cultural da Praça Tiradentes, o Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica é um espaço que busca a disseminação de diversas linguagens artísticas.

São três andares com espaço para debates, oficinas, exposições e mostras temporárias de artistas nacionais e internacionais. O CMAHO é referência quando o assunto é a diversidade da produção cultural contemporânea.

Rua Luis de Camões, 68 – Centro
(21) 2242-1012 / (21) 2232-4213