Doenças respiratórias são derrubadas por uso de máscaras e isolamento social no Brasil

Foto: Pixabay

Usar a máscara e manter o distanciamento social quando o mundo vive é algo de extrema importância. E essas medidas que ajudam no combate da Covid-19 surtiram um efeito positivo no controle de doenças respiratórias. Todos os vírus respiratórios comuns no Brasil até o ano passado praticamente desapareceram em 2020. E os especialistas, creditam as medidas de distanciamento social, hábitos de higiene e máscara contra o coronavírus Sars-CoV-2, como o motivo por esse desaparecimento.

Dados do InfoGripe/Fiocruz mostram que, até setembro, o Sars-CoV-2 foi a causa de cerca de 99,2% das mortes e 97,4% dos casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no Brasil. A influenza, que até 2019 matava cerca de 6 mil pessoas por ano no Brasil, em 2020 atingiu até agora 1.672 (somadas influenzas A e B).

Na última quarta (7), o número de notificações da pandemia do coronavírus no Brasil, alcançou a marca de 5 milhões. Segundo o boletim das 20h divulgado pelo consórcio de imprensa, o Brasil tem 5.002.357 infectados e 148.304 mortos em decorrência da doença.

Por Luhan Alves – Estagiário

Com Supervisão da Redação

pt Português
X
EDITORIAS