Por que treinamento e desenvolvimento são tão importantes para a empresa mesmo em período de crise?

Foto: Pixabay

 

Queridos! O investimento em treinamento e desenvolvimento dos profissionais pode parecer um pouco oneroso e também trabalhoso inicialmente. No entanto, ambas as práticas são capazes de proporcionar muitos retornos para as organizações. Isso porque os empregados serão preparados para enfrentarem os desafios do mercado e, consequentemente, a produtividade e os resultados da companhia melhoram.

Pensando na importância do tema para o meio empresarial, neste artigo explicaremos detalhadamente o que é o programa de treinamento. Além disso, abordaremos quais são as principais vantagens que ele traz para todos os modelos de negócio mesmo com o cenário de crise. Acompanhe!

O que são os programas de treinamento e desenvolvimento?

Apesar de serem conceitos semelhantes, existem algumas diferenças pontuais. O treinamento tem como objetivo principal capacitar os funcionários para exercerem atividades específicas na companhia, como o atendimento ao cliente, o manuseio de softwares etc. Trata-se de uma técnica de curto e médio prazo, ou seja, os resultados são percebidos rapidamente.

O desenvolvimento, por sua vez, é conhecido pelo conjunto de práticas adotadas por uma organização com a intenção de otimizar o desempenho pessoal e profissional de um colaborador, como práticas de treinamento, palestras, coaching etc. Assim, os resultados podem ser alcançados gradativamente e em um período mais longo de prazo.

Qual é a importância dessa prática?

Como vimos, o treinamento e desenvolvimento são práticas essenciais para as organizações, pois proporcionam diversos benefícios. Entre eles estão a otimização da produtividade, o aumento na qualidade dos produtos/serviços e o maior engajamento. Vejamos!

Maior produtividade

As empresas que investem em qualificação de colaboradores contribuem para aumentar a produtividade como um todo. Isso porque o empregado bem treinado costuma:

  • errar menos;
  • fazer os trabalhos de forma consistente;
  • comunicar com mais eficiência;
  • propor melhorias nos processos.

O treinamento, portanto, trata-se de uma das melhores estratégias para otimizar as tarefas diárias.

Aumento na qualidade dos produtos e serviços

Como os profissionais estão mais qualificados, eles têm maior capacidade para produzir e, consequentemente, podem ajudar a melhorar a qualidade final dos produtos e dos serviços de um negócio. Essa questão é fundamental para a sua empresa conquistar novos clientes.

Maior engajamento

O treinamento e desenvolvimento dos funcionários ajudam a gerar mais engajamento por parte deles. Isso ocorre pelo fato de eles se sentirem mais motivados e empenhados a darem o seu melhor. Além disso, há a diminuição do turnover.

Sendo assim, não há a necessidade de pagar com frequência multas rescisórias, assim como investir muito tempo na contratação de novos empregados, além disso, evitar o turnover diminui os riscos de a sua companhia perder os principais talentos.

Por que treinamento e desenvolvimento são tão importantes para a empresa mesmo em período de crise?

As empresas que não investem em treinamento e desenvolvimento tendem a ficar defasadas no mercado, pois, como vimos, isso é essencial para o aperfeiçoamento dos profissionais. Além do mais, os processos das empresas que não investem nessa prática tendem a ficar mais onerosos.

Caso você tenha interesse em implementar essa prática, nós da Janaina Macedo Calvo, somos referência no trabalho de treinamento e desenvolvimento por meio de estratégias que proporcionam diversos benefícios aos negócios.

JANAINA MACEDO CALVO é Doutoranda em Administração Pública e Sustentabilidade pela UNICAMP. Mestre em Controladoria pelo Mackenzie, economista formada pela FAAP, contabilista formada pelo Osvaldo Cruz com MBA Executivo pela BBS – Brasilian Business School (módulo internacional realizado em Luanda – Angola), Janaina Macedo Calvo atuou, no setor público, como Conselheira de Emprego e Renda do Estado de São Paulo e Conselheira do Banco do Povo (baseado na experiência do Grameen Bank). Na área executiva, atua como Gerente de Pessoal e Finanças do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia CREA/SP, o maior Conselho de Fiscalização de Exercício Profissional da América Latina.Professora-autora de diversos cursos de extensão e dos cursos de MBA executivo da Fundação Getúlio Vargas – FGV, da Universidade Municipal de São Caetano do Sul USCS, das Faculdades Eniac, Estácio, do Instituto Nacional de Pós- Graduação INPG e da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

pt Português
X
EDITORIAS