Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

As grandes mulheres no automobilismo

Lu Klai: força feminina brasileira no automobilismo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Poucos sabem da importante contribuição das mulheres no automobilismo então vamos a um breve resumo.
Bertha Benz que foi a primeiro piloto de teste da história, no ano de 1888, dirigiu o Patent-Motorwagen Nº 3, fazendo a primeira viagem de longa distância com veículo motorizado.

A primeira habilitação para uma mulher dirigir, foi concedida em 1898, na França, para a Duquesa Anne d’Uzés, que algum tempo depois fundou o primeiro clube feminino do automóvel da França!

O primeiro limpador de pára-brisa foi inventado em 1903 pela norte-americana Mary Anderson, que durante uma viagem a Nova Iorque viu que os condutores dos bondes precisavam abrir as janelas sempre que chovia.

A primeira mulher a participar de um rali em 1901 foi a francesa Madame Camille Gamond Du Gast, entre as cidades de Paris e Berlim. Ela dirigia um Panhard-Levassor de 20 cv , largando em 122º lugar e terminando em 33º na classificação geral.
Maria Teresa de Filippis foi a primeira mulher a participar da Fórmula 1 entre 1958 e 1959.

Lella Lombardi também dirigiu na Fórmula 1, entre 1974 e 1976.

A italiana Giovanna Amati foi a última mulher a participar da Fórmula 1, em 1992.

Danica Patrick é atualmente piloto da Nascar, e tem o título de mulher mais bem-sucedida no automobilismo!

Ela é norte-americana e é a primeira mulher a conquistar a pole position, a primeira posição no grid de largada na Nascar, com vitória obtida no ano de 2013, na prova Daytona 500, a mais importante e tradicional da categoria!

Além disso, ganhou o título de primeira mulher a vencer uma corrida na Fórmula Indy em 2008, e foi também a primeira a subir ao pódio na famosa corrida das 500 Milhas de Indianápolis em 2009, chegando em terceiro lugar!

E no próximo dia 22 de novembro, em Interlagos, a corrida dos 500 km de São Paulo, teve a participação da piloto Lu Klai, que representará a força da mulher no automobilismo nacional.

Marcelo Servidone

Dr. CEO Grupo Servidone

pt Português
X
Open chat