Flamengo e São Paulo se enfrentam em jogo decisivo na Copa do Brasil

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Flamengo e São Paulo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no Morumbi, no segundo confronto das quartas de final da Copa do Brasil. A partida promete ser bastante intensa e mesmo sem a presença da torcida, terá um clima de decisão por tudo que envolve esse jogo. A vantagem é do Tricolor, já que venceu por 2 a 1 no Maracanã. O time paulista joga por um empate para garantir a vaga. Já o Rubro-Negro precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar no tempo normal. Uma vitória do Fla por um gol de diferença leva a decisão aos pênaltis.

O Flamengo tem diversos desfalques por questões físicas. Rogério Ceni terá que fazer algumas mudanças no time por conta dessa situação. Em relação aos titulares escalados no Maracanã, Gabigol é a ausência. A provável novidade é a presença de Arrascaeta desde o início, apesar de não estar na condição física ideal. Everton Ribeiro e Isla, que jogaram por Brasil e Chile na terça-feira (17), tiveram os nomes incluídos na relação do jogo. Ambos foram titulares. Isla jogou o tempo inteiro. Everton foi substituído aos 91 minutos do segundo tempo.

Rogério Ceni observa Gerson no último treinamento antes da partida contra o São Paulo Foto: Reprodução Flamengo/ Alexandre Vidal

Já no São Paulo, a situação é melhor do que a do seu adversário. Com praticamente todo o elenco à disposição, Fernando Diniz deverá manter o time que venceu o Flamengo no jogo de ida. A equipe paulista vai com força máxima para essa partida decisiva na Copa do Brasil.

Fernando Diniz vai com força máxima para a partida decisiva contra o Flamengo Foto: Reprodução/São Paulo FC

Importância da classificação no aspecto financeiro

A Copa o Brasil de 2020 se aproxima de sua reta final e além da vaga para a Libertadores de 2021, outro motivo que dá a importância e a valorização da classificação para a próxima fase é a alta premiação. O campeão vai receber pelo título R$ 54 milhões, R$ 2 milhões a mais que o Athletico-PR recebeu no ano passado. No total, somando todas as fases, o campeão pode arrecadar até R$ 72,8 milhões, dependendo da fase que ele entrar.

Confira a premiação da Copa do Brasil

  • *1ª fase: R$ 1,1 milhão (Grupo 1), R$ 950 mil (Grupo 2) e R$ 540 mil (Grupo 3)
  • *2ª fase:R$ 1,3 milhão (Grupo 1), R$ 1,03 milhão (Grupo 2) e R$ 650 mil (Grupo 3)
  • 3ª fase: R$ 1,5 milhão
  • 4ª fase: R$ 2 milhões
  • Oitavas:R$ 2,6 milhões
  • Quartas:R$ 3,3 milhões
  • Semifinal: R$ 7 milhões
  • Vice-campeão: R$ 22 milhões
  • Campeão: R$ 54 milhões

*Grupo 1, 2 e 3 (a CBF paga mais para quem está melhor ranqueado).

Prováveis Escalações

Flamengo: Diego Alves, Matheuzinho, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Renê; Arão, Gerson e Arrascaeta; Vitinho, Michael(Pedro Rocha) e Bruno Henrique. Técnico: Rogério Ceni

São Paulo: Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Diego e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Brenner e Luciano. Técnico: Fernando Diniz

Arbitragem

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio – GO (Fifa)

Assistente 1: Fabricio Vilarinho da Silva – GO (Fifa)

Assistente 2: Cristhian Passos Sorence – GO (CBF)

VAR: Wagner Reway – PB (CBF)

Por: Luhan Alves (com supervisão de Cláudia Mastrange)

 

pt Português
X
EDITORIAS