Reinventar-se no trabalho é a palavra de ordem contra a crise

Foto: Pixabay

O mundo enfrenta uma pandemia, que está impactando direta e, indiretamente, o mercado de trabalho. Em meios às incertezas econômicas e sociais que o Brasil está vivendo, o medo de perder o emprego é uma delas. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) anunciou que a atual crise poderia deixar mais de 25 milhões de pessoas desempregadas em todo o mundo.

“O medo é um ponto de interrogação na nossa vida. Está ligado ao desconhecido. O que vai ser de mim? O que vai acontecer?”, sentencia o empreendedor e escritor do livro “Coragem para Vencer”, Fabiano Barcellos. Ele largou a medicina para trabalhar com marketing de relacionamento e vendas online e hoje é referência no mundo do empreendedorismo. Aqui,  Fabiano mostra algumas estratégias para diminuir as chances de perder seu emprego ou o medo de ficar desempregado.

1 – Seja proativo no trabalho. A pessoa precisa se manter acima da linha da média.

2 – Aumente seus relacionamentos. Não é ser puxa-saco. Conheça, converse com as pessoas. Se você está no cargo de chefia, coordenador, não dê apenas ordens, converse, pergunte da vida da pessoa com quem trabalha. Inclusive, isso aumenta a empatia das pessoas em relação a você.

3 – Esteja sempre atualizado, conheça as tendências de sua área, estude os melhores cases. Surpreenda positivamente. Se você está numa reunião, discussão ou negociação, por exemplo, tente surpreender positivamente. Ninguém está esperando que você faça aquilo, mas você foi lá e fez!

4 – Não procrastine nenhuma tarefa. Procrastinar não é uma palavra errada, mas priorize procrastinar as coisas certas. Saiba o que é urgente e o que é importante.

5 – Entregue as metas antes do prazo. Isso é uma atitude que pode fazer você se tornar indispensável.

6 – Seja pontual, poucos brasileiros são.

7 – Geralmente, o brasileiro espera as coisas acontecerem para depois ver o que fazer, tentar se organizar. E é justamente o contrário. A pessoa precisa se preparar, estar bem estruturado. Ter um plano B, porque caso isso realmente aconteça, ela já tem o que fazer.

8 – É Importante se perguntar: “O que além do que eu faço, eu curto fazer?” Comece a fazer em paralelo.

9 – Organize a vida antes de alguma situação acontecer. Não tenha apenas uma fonte de renda. Diversifique seus investimentos.

pt Português
X
EDITORIAS