Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Cinco estabelecimentos são interditados e bloco com 200 pessoas encerrado no Rio

Bloco com 200 pessoas foi encerrado no Rio de Janeiro (Foto: Ricardo Cassiano/Prefeitura)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Cinco estabelecimentos comerciais foram interditados no Rio de Janeiro, por descumprimento de medidas estabelecidas pela prefeitura em função da pandemia, e um bloco irregular com 200 pessoas encerrado, da noite de domingo (14) até a madrugada desta segunda-feira (15), na Lapa e no Leblon.

Ao todo, os fiscais da Vigilância Sanitária e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização (CLF, da Seop) realizaram 14 vistorias, cinco interdições (três no Leblon e duas no Centro) e aplicaram 13 multas por irregularidades como aglomeração, excesso de mesas e cadeiras, e falta de licenciamento.

O bloco improvisado com cerca de 200 pessoas foi dispersado na Lapa, com apreensão de um pandeiro e um tantan. A prefeitura disse que o grupo estava na Rua Mem de Sá, altura do número 103, e foi dispersado por equipes da Polícia Militar e da Guarda Municipal.

Cinco estabelecimentos foram interditados por fiscais da prefeitura (Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio)

Na Lapa, um bar recebeu interdição cautelar (até as 7h desta segunda) por aglomeração, além de ser multado e ter equipamento de som apreendido. Outros dois estabelecimentos também foram multados por descumprirem as medidas de proteção à vida e combate à pandemia, sendo que um deles foi interditado totalmente por falta de licença.

No Leblon, a prefeitura disse que foi fiscalizada toda a extensão da Rua Dias Ferreira e Avenida Ataulfo de Paiva. Receberam interdição cautelar por conta de aglomeração um supermercado, um restaurante e uma banca de jornal que comercializava bebidas alcoólicas para consumo no local. Outros dois bares foram multados por infrações sanitárias.

Banca de jornal foi interditada durante fiscalização (Foto: Ricardo Cassiano/Prefeitura)

Festas encerradas

Ao longo do domingo, foram impedidos quatro eventos na Zona Oeste: o “Bailão de 2”, na escolinha do Vasco, na Estrada do Gabinal, Freguesia de Jacarepaguá; a festa “Tropa da Mega”, na Estrada dos Bandeirantes, na Taquara; rave em casa de eventos na Estrada dos Bandeirantes; e festa na Mansão do Japonês, na Ilha da Gigoia, na Barra da Tijuca — a casa foi interditada por falta de alvará e licenciamento sanitário.

A prefeitura informou que equipes também atuaram na orla e outros locais com denúncias de eventos irregulares em Ipanema, Recreio dos Bandeirantes e Méier.

Desde a sexta-feira (12), quando teve início das ações para combater aglomerações no período que seria do carnaval, já foram feitas 55 inspeções sanitárias, com 40 autos de infração e 22 interdições, além de nove apreensões (oito de equipamentos de som e uma de bebidas), segundo balanço da prefeitura.

 

pt Português
X
Open chat