Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Personalidades do samba são vacinadas contra a covid-19 no Sambódromo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Portelense Monarco foi vacinado no Sambódromo (Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio)

O Sambódromo do Rio de Janeiro, na Cidade Nova, que esse ano não tem os desfiles das escolas de samba por causa da pandemia, foi transformado em palco para vacinação da COVID-19. A imunização no local começou, no sábado (13), simbolicamente por personalidades do samba.

Veja também: Marquês de Sapucaí ganha iluminação em homenagem a vítimas da covid-19

A Prefeitura do Rio realizou no local a repescagem da vacinação de idosos a partir de 85 anos. O compositor Monarco, de 87 anos, baluarte da Velha Guarda da Portela, foi uma das pessoas imunizadas na Marquês de Sapucaí, junto com outros sambistas. Ele ficou emocionado e fez um apelo.

“Que todos os idosos venham se vacinar. Eu quero cantar para o meu povo, quero subir no palco. Estou com saudade dos meus amigos, da Velha Guarda da minha Portela querida”, disse, ao lado da esposa, Olinda Diniz.

Ele também lembrou de companheiros que morreram vítimas da Covid-19, como o compositor Aldir Blanc e o sambista Ubirany, do Cacique de Ramos.

Lizette Prazeres, 85 anos, da velha guarda do Império Serrano também tomou vacina (Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio)

Outros três sambistas se vacinaram na Marquês de Sapucaí: Nedyr Torquato, de 85 anos, um dos fundadores da escola de samba Ilha do Governador; Lizette José dos Prazeres, 85 anos, da Velha Guarda do Império Serrano; e Marsilia Lopes, 85 anos, considerada a Mãe dos Destaques da Portela.

Marsília Lopes Santos Albuquerque, 85, da Portela foi imunizada (Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio)

240 mil vacinados

A prefeitura do Rio informou que, até o sábado (12), já tinham sido aplicadas na cidade 240.577 doses da vacina, em  3,3% da população.

Na segunda (15) e na terça-feira (16), está mantida a imunização de idosos de 84 e 83 anos, respectivamente. Pelo cronograma informado pelo Ministério da Saúde, há previsão de o município receber novas remessas de doses nas duas próximas semanas, com as quais espera manter a programação da vacinação para os próximos grupos prioritários.

A prefeitura informou que as vacinas para a segunda dose de quem tomou a primeira no início da campanha estão garantidas e começarão a ser aplicadas na semana que vem.

As equipes de saúde aproveitarão a terça-feira de Carnaval para retornar às instituições de longa permanência, onde aplicarão a segunda dose em idosos que vivem em asilos e pessoas com deficiência institucionalizadas. População indígena e quilombola, além dos profissionais das unidades de Atenção Primária (clínicas da família e centros municipais de saúde) envolvidos na campanha de vacinação também receberão a segunda dose neste dia.

Ainda no dia 16, unidades hospitalares e de pronto atendimento deverão aplicar a segunda dose da vacina nos próprios profissionais que tomaram a primeira dose no local de trabalho em janeiro.

 

pt Português
X
Open chat