Categorias
Destaque Música

EXALTA lança single com participação de Jorge Aragão

 

Nesta quinta-feira, 14 de janeiro, o grupo EXALTA lança nas plataformas e rádios de todo o Brasil o single “Retrato Cantado de Um Amor” com participação especial do cantor Jorge Aragão.  OUÇA AQUI!

A música é uma releitura da obra de autoria de Adilson Bispo e Zé Roberto, e pode ser considerada um dos clássicos do Samba / Pagode, e foi grande sucesso nacional no ano de 1986. Em novembro daquele mesmo ano começava uma nova formação do Grupo EXALTASAMBA, cuja maioria dos integrantes se manteve até fevereiro de 2012, quando alguns deles optaram por seguir em carreira solo.

Em 2021 essa história completará 35 anos, e para dar início às comemorações, o EXALTA (assim denominado a partir de janeiro de 2017) e que conta com os integrantes remanescentes da formação original de 1986: Thell e Brilhantina, somados aos dois atuais intérpretes Jeffinho e Italo Magrão, resolveu convidar “O MESTRE, JORGE ARAGÃO” para participar desse novo single.

“Para mim, nascido e criado nos Altos da Favela da Serrinha, foi a maior emoção de minha vida até aqui, poder participar desse Single, junto com meu Ídolo maior no Samba, o Mestre Jorge Aragão”, comemorou Ítalo Magrão.

“Retrato Cantado de Um Amor”, teve sua produção audiovisual, divididas entre São Paulo e Rio de Janeiro em função da Pandemia da Covid-19 e contou com Arranjos de Base de Jota Moraes, a Direção Executiva de Brilhantina e a Direção de Produção Musical de Naldo de Souza, que também atua com a equipe da Cantora Paula Lima.

“Somente a Alegria de estar participando, mesmo à distância de uma canção com o Mestre Jorge Aragão, poderia acalantar as saudades da presença do público nos finais de semanas, nas dezenas de Rodas de Samba que participei no Parque de Madureira ou da presença e participação das milhares de pessoas que tem acompanhado nos Shows do EXALTA pelo Brasil, nos últimos anos.”, afirmou Jeffinho

O grupo já havia disponibilizado o videoclipe oficial no YouTube. Confira o vídeo. 

Embora o EXALTA originalmente tenha sido considerado um grupo musical de natureza Paulistana, a presença de dois intérpretes cariocas: Jeffinho e Magrão, nascidos e criados no bairro de Madureira no Rio de Janeiro, trouxe um novo conteúdo ao grupo, porém sem descaracterizar musicalmente sua essência histórica.