Flávio Soares

Educador físico especializado em Neurociências pedagógicas e Psicopedagogia

Escrito por Flávio Soares

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Correr faz bem

Publicado em #Corpo e Ação
Quarta, 18 Setembro 2019 16:57

Certamente a corrida é uma das melhores atividades físicas para a manutenção ou melhora da qualidade de vida e da saúde, pois ela trás inúmeros benefícios tais como: reduz o peso corporal, melhora o nível de colesterol, aumenta a capacidade cardiorrespiratória reduz os riscos de infarto, aumenta a massa muscular, reduz a variação da pressão arterial de repouso, ativa a circulação sanguínea, diminuindo problemas do coração entre outro.

Será que a corrida só traz benefícios? Será que todas as pessoas podem correr? Alguns cuidados devem ser tomados antes de começar a atividade. O primeiro e mais importante é consultar um cardiologista antes de iniciar a prática, com a finalidade de verificar se não há problemas cardíacos. Isso porque a corrida não é recomendada em casos de pressão arterial elevada e outros distúrbios, como a arritmia, podendo assim trazer risco a vida. Por isso, consulte sempre um cardiologista antes de iniciar a prática da corrida.

E outro cuidado necessário é se atentar a vestimenta, porém correr causa um impacto intenso sobre os joelhos e pé, pois, quando você esta correndo a pressão nas articulações é aumentada de 2 a 3 vezes mais o seu peso corporal. Então é de extrema importância que, para minimizar esse impacto, se utilize um tênis com bom amortecimento. Importante também não estar muito acima do seu peso ideal, já que o sobrepeso aumenta o impacto sobre essas articulações.

Por se tratar de um esporte, em que o necessário será um tênis, um espaço adequado e disposição física, a corrida vem se tornando uma das atividades físicas mais praticadas no mundo. Sendo assim, você está pronto para começar, não importa sua idade, sexo ou raça. Basta ter um bom objetivo.

Flávio Soares, educador físico, especializado em Neurociências pedagógicas e Psicopedagogia

 Foto: Pixabay