Categorias
Cidade Destaque Rio

Bilhete Único passa a valer para 3 viagens no Rio em caso de paralisação do BRT

O Bilhete Único passará a valer para três viagens em caso de nova paralisação do BRT na cidade do Rio de Janeiro. A mudança na regra foi publicada nesta terça-feira (9) no Diário Oficial, em decreto assinado pelo prefeito Eduardo Paes.

A partir de agora, conforme a prefeitura, o usuário poderá viajar em até três ônibus convencionais ou qualquer outro meio do modal de transporte (vans, VLT, etc), no intervalo de 2h30, caso haja greve ou paralisação no serviço do BRT, como ocorreu no dia 1º de fevereiro.

Na ocasião, colaboradores do sistema cruzaram os braços por um dia, relatando atraso de salários, e a paralisação gerou muitos transtornos para usuários do transporte público da cidade.

A mudança na regra do Bilhete Único, segundo a prefeitura, “visa manter a mobilidade urbana da cidade”

Para a implementação da medida, a gestão municipal teve de alterar, por meio do decreto nº 48.506, o artigo 5º do decreto nº 44.728, que regulamenta a lei que instituiu o Bilhete Único no município.

A prefeitura alerta que as três viagens no período de 2h30 somente serão permitidas em casos de greve no BRT, legitimamente amparada pela legislação vigente. No dia a dia, sem que haja paralisação do modal, fica mantida a regra de duas viagens no mesmo intervalo de tempo.

Outro alerta é que a utilização do Bilhete Único, caso o BRT pare, fica limitada a duas viagens unidirecionais por dia.

Confira aqui a íntegra do decreto nº 48.506.