Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca Colunas Destaque

“Os Balés Russos e as Transformações na Visualidade da Cena” é o tema da Campanha #AulaEmCasa do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Na próxima segunda-feira, dia 19 de outubro, a Campanha #AulaEmCasa vai receber, com o patrocínio Ouro Vale e Petrobras, a cenógrafa e figurinista Desirée Bastos. Mestre em Artes Visuais pelo Programa de Pós-graduação em Artes Visuais da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e professora do curso de Artes Cênicas da Escola de Belas Artes/UFRJ, Desirée vai abordar os conceitos de visualidade da cena desenvolvidos na participação das vanguardas artísticas do século XX através dos Balés Russos. Também vai falar sobre os desdobramentos desses movimentos no Brasil e na obra de outros artistas da cena. A live começa às 14h, no Instagram (@theatromunicipalrj). Amplie o seu conhecimento assistindo a Campanha # AulaEmCasa.

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca Colunas Destaque

Barra da Tijuca ganha novo point de música e comida boa!

Na semana passada, estive circulando pela Olegário Maciel, uma conhecida rua da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio e encontrei o Salomé. Um novo point do Baixo Barra, que traz a proposta de boteco moderno, inaugurado em fevereiro de 2020.

Para minha alegria, a recepção foi excelente e encontrei ótimas opções de beliscos e comida. A música ao vivo, um dos diferenciais do bar, que possui uma área fechada, com ar-condicionado com palco e excelente para shows.

Croquetes de costela ( Foto: Alessandro Monteiro)

Também é possível encontrar uma área externa bem agradável, ao ar livre, para um papo com amigos e comer um especial croquete de costela, receita exclusiva deles. Após a degustação, a nota foi 9 e garanto, que acompanhado de um bom chopp na caneca zero grau, merece aplausos.

Após uma conversa com o garçom, descobri que existia uma pasta com camarão já considerada pelos clientes, o carro-chefe da casa e imediatamente fiz o pedido, que para minha surpresa, estava incrível.
Desejo vida longa ao Salomé, e recomendo para quem estiver pela Barra. Espaço agradável, comida boa e uma programação musical que atende bem ao público que chegar por lá!

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca Destaque

Festival carioca “Ilumina Zona Oeste” realiza sua 4º edição de 06 a 08 de novembro e pela primeira vez de forma virtual

O Rio de Janeiro não é somente o terceiro estado mais populoso do país, mas também uma das cidades que mais apresenta diversidade cultural. Dentre seus bairros, a Zona Oeste, é a região mais populosa do Rio, e recebe do dia 06 a 08 de novembro de 2020 a quarta edição do ’Festival Ilumina Zona Oeste’, evento que promove a visibilidade das iniciativas culturais e sociais com a realização de oficinas, debates e apresentações artísticas. A pandemia da COVID-19 fez com que o Instituto Rio, realizador do festival desde 2017, transformasse a quarta edição do evento – que já faz parte do calendário do Rio – em formato virtual, ampliando o acesso para quem nunca pode estar lá pessoalmente e que agora terá a oportunidade de fazer parte desse universo multicultural.

O Ilumina Zona Oeste é uma realização do Instituto Rio em parceria Instituto Phi, e conta ainda com o apoio de diversos artistas e parceiros independentes. Este ano, o Festival foi selecionado no edital da empresa Via Rio, que patrocina o projeto com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (ISS) por meio da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

Serão ao todo 03 dias dedicados a uma programação intensa de atividades que possuem os objetivos de: fortalecer a rede criativa e dar visibilidade às iniciativas socioculturais da Zona Oeste do Rio.

 

Foto: Ilumina Zona Oeste – Feira de economia criativa(Divulgação)

Conhecer todos esses projetos da Zona Oeste do Rio de Janeiro nos fez ter a certeza de que essas riquezas precisavam ser compartilhadas e reconhecidas por todo mundo, e assim nasceu o Festival, que a cada ano ganha novos parceiros e formatos e esse ano poderá chegar a mais e mais pessoas. “. Explica Luiza Serpa, fundadora do Instituto Phi, criadora e cogestora da iniciativa.

Neste formato virtual, o evento trará cerca de 20 apresentações artísticas das seguintes áreas: música, dança, artes visuais, teatro e literatura, além de oficinas e bate-papos para incentivar a criatividade, as trocas de experiências e a reflexão de todos os participantes.

O Festival esse ano priorizou artistas e projetos “iluminados” e que, em alguma medida, “iluminam” o seu entorno, ou seja, impactam positivamente em seus territórios de origem, utilizando a cultura como ferramenta para colaborar com um Rio socialmente justo e sustentável. O Ilumina é uma oportunidade de integrar a cena sociocultural da maior região da cidade. Um monte de artistas que não se conheciam passam a atuar em rede a partir deste encontro. A Zona Oeste é o pulmão da cultura carioca. O Festival é um canhão de luz e vida, um respiro meio ao caos da pandemia”. Afirma Pablo Ramoz, curador do Festival.

Temas relevantes para o território e seus habitantes, tais como:  sustentabilidade (Os ativos naturais da Zona Oeste do Rio: da Floresta do Camboatá ao Parque da Pedra Branca, do Parque do Mendanha à Baía de Sepetiba), economia criativa, comunicação popular, protagonismo negro, escrita criativa, entre outros farão parte do evento.

As transmissões acontecerão pelas redes sociais do Festival (Facebook, Instagram e Youtube), que este ano ganhou também um site exclusivo, reunindo diversas informações sobre a Zona Oeste e seus principais atores no campo sociocultural. A visão de longo prazo é que se torne uma plataforma para difundir conteúdo e facilitar a criação de redes colaborativas na região.

SERVIÇO: Ilumina Zona Oeste

 Realização: Instituto Rio

Curadoria: Pablo Ramoz

Produção: Motriz Sociocultural

Data: 06 a 08 de novembro

Classificação etária livre

Acesse a programação no site: www.iluminazonaoeste.org.br

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca Destaque

Novo podcast apresenta ideias de intelectuais renomados e polêmicos

O podcast “No Alvo com Eron Falbo”,  já trouxe vários entrevistados polêmicos, como uma ex-modelo de propaganda da cervejaria Brahma que se tornou guerrilheira voluntária na Síria e o renomado intelectual e presidente da Biblioteca Nacional, Rafael Nogueira.

Ativistas, intelectuais, políticos e grandes empresários brasileiros já foram convidados do programa. Com um crescente número de seguidores, que participam enviando suas perguntas, Eron está rapidamente se tornando referência no mundo de podcasts e lives de instagram.

Neste mês de outubro, Eron entrevistou Massimo Pigliucci ,detentor de quatro doutorados e considerado o maior especialista em estoicismo do mundo. Eron também conversou com Bruno Logan, autoridade em dependência química, sobre o polêmico assunto da legalização das drogas.

Uma conversa extrovertida acontecerá com o mixologista Marco de La Roche, que criou tendência em São Paulo, sobre a arte de fazer drinques em casa na pandemia no próximo 20 de outubro às 21h.

Eron Falbo se espelha em podcasts intelectuais, como o do comediante stand-up americano Joe Rogan e do psicólogo canadense Jordan B. Peterson. As conversas são sutis, cheias de humor, porém inspiradoras e profundas.

Encontre No Alvo com Eron Falbo em todos os maiores fornecedores de podcasts, como Spotify, Google e iTunes.

 

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca

Sérgio Marone convida coletivo Resenha das Pretas para ocupar seu perfil no Instagram

Sérgio Marone decidiu abrir sua rede social para dar visibilidade ao movimento negro e periférico. O ator convidou o movimento formado por 12 mulheres periféricas, com trabalho dedicado à periferia e suas necessidades, o Resenha das Pretas.

Uma corrente virtual vem se avolumando nas redes sociais, artistas e figuras públicas, como parte de seu processo de aprendizado e compartilhamento com sua audiência se unem a personalidades negras que já vem fazendo trabalhos on e offline.

Quando?

Todas as quartas-feiras, no perfil @sergiomarone no Instagram

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca

Esposa faz vaquinha virtual para ajudar Nelson Sargento

Após ter seus shows cancelados devido à pandemia, uma vaquinha virtual foi criada para ajudar Nelson Sargento, presidente de honra e um dos baluartes da estação primeira de Mangueira, de 96 anos.

O financiamento coletivo, feito pela esposa do cantor, Evonete Belizário, já arrecadou mais de R$ 47 mil em menos de uma semana. Em nota, a estação primeira de Mangueira, por meio do presidente Elias Riche, informou que tomou conhecimento de que seu presidente de honra estaria passando por problemas financeiros graves, por conta de cancelamento de sua agenda durante a pandemia e ressaltou que está à disposição da família para ajudar no que for preciso.

Categorias
Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem

Pão de Aveia

INGREDIENTES

4 ovos.

170 g de iogurte natural.

170 g de aveia em flocos finos.

100 g de parmesão ralado.

1 colher (sopa) de fermento em pó.

Sal a gosto.

Orégano a gosto.

Noz moscada a gosto.

MODO DE PREPARO

Bater no liquidificador todos os ingredientes, exceto o fermento, que será colocado por último.

Despeje a massa em uma forma untada e leve ao forno pré-aquecido a 180º por, aproximadamente, 30 minutos.

Despeje a massa em uma forma untada e enfarinhada e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus por, aproximadamente, 30 minutos ou até dourar.

Fernanda Haddock Lobo

Instagram: @fernandahlobo

 

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca

Mostra “Lumière Cineasta” em exibição no CCBB

Em 2020, o cinema comemora 125 anos de sua primeira sessão pública, feita pelos irmãos Auguste e Louis Lumière, no Salão Indien do Grand Café, em Paris. No dia histórico de 28 de dezembro de 1895 foram exibidos alguns filmes que se tornariam célebres – como ‘Refeição do Bebê’ (Repas de bébé) e ‘Saída da Fábrica’ (Sortie d’usine).

Esses dois títulos estão entre os destaques da mostra’ Lumière Cineasta’, que exibe 114 vistas, produzidas entre 1895 e 1905, em diálogo com 41 produções de diversos diretores, formatos e épocas, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro. De 11 de março a 6 de abril.

Foto: Reprodução

 

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca

“Tem um Psicanalista na Nossa Cama” reestreia no Rio

A partir do dia 1º de abril, o Centro Cultural Light abre a sua temporada de 2020 trazendo o espetáculo ‘Tem um Psicanalista na Nossa Cama’ de volta ao palco do Teatro Lamartine Babo. A comédia foi escrita na década de 70 por João Bethencourt e já contou com diversas montagens no Brasil, assim como em mais de 27 países. A peça ficará em cartaz até o dia 31 de julho, com apresentações sempre quartas, quintas e sextas-feiras, às 19h (exceto feriados). Ingressos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).

Foto: Tiago Xavier

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca

“Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças”

A peça ‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças’, a primeira do premiado projeto Grandes Músicos Para Pequenos, volta ao cartaz no dia 21 de março, no Teatro Clara Nunes (Shopping da Gávea), para quatro apresentações. O musical infantil já foi visto por mais de 100 mil pessoas, que se encantaram com a emocionante adaptação da vida do Rei do Baião para os palcos.

Foto: Vinicius Bertoli