Categorias
Esportes

Membro do COI fala sobre problemas dos Jogos de Tóquio

Da Redação

John Coates, chefe do Comitê Olímpico Australiano e influente membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), reconheceu as grandes dificuldades para a organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021, adiados em um ano devido à pandemia do coronavírus. “Estamos diante de problemas de verdade, porque há atletas que vêm de 206 países diferentes”, disse ele durante coletiva de imprensa organizada pelo grupo News Corp.

Segundo ele, “os Jogos só podem ser disputados em 2021, não podemos adiá-los novamente. E temos que partir do princípio de que não haverá uma vacina [contra o coronavírus]. E se houver em um ano, não haverá tempo suficiente para compartilhá-la pelo mundo todo”, analisou.

Em 24 de março, o COI anunciou o adiamento dos Jogos, inicialmente previstos para serem disputados entre 24 de julho e 9 de agosto de 2020. As novas datas do evento são de 23 de julho a 8 de agosto de 2021.

Categorias
Esportes

COI lança campanha para incentivar atividades físicas dentro de casa

Por meio de um vídeo com o presidente Thomas Bach pedalando em uma bicicleta ergométrica, dentro de casa, o Comitê Olímpico Internacional (COI) lançou neste domingo (5) uma campanha diante da pandemia do coronavírus. Com o lema “fique forte, fique ativo, fique saudável”, a iniciativa visa incentivar a prática de exercícios físicos durante a quarentena.

“Estamos na mesma situação agora. Não podemos viver nossas vidas normalmente. Todos os dias temos que descobrir um novo jeito de lidar com essa crise. O esporte e o exercício físico têm um papel importante para cada um se manter forte e saudável, mas também para se preparar para o dia depois da crise, o dia que todos nós esperamos”, diz o presidente no vídeo.

“Dia 6 de abril é o Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e para a Paz, uma razão a mais para estar ativo, praticar esporte e para olhar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que, por causa da situação que vivemos agora, serão celebrados ano que vem. Mas, se você estiver ativo, se você estiver forte, se você estiver saudável, vamos todos poder celebrar um grande festival de nossa resiliência, de nossa solidariedade e de nossa humanidade em toda sua diversidade. Então, se junte a essa campanha: esteja forte, esteja ativo, esteja saudável e vamos em frente”, completa.

Categorias
Esportes

Jogos Olímpicos de Tóquio começarão em 23 de julho de 2021

Os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, que foram adiados devido à crise provocada pela pandemia de coronavírus, começarão em 23 de julho de 2021, anunciou nesta segunda-feira (30/3) o comitê organizador.

“Os Jogos Olímpicos serão disputados entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021, enquanto que os Jogos Paralímpicos irão de 24 de agosto a 5 de setembro”, afirmou o presidente do Comitê Organizador Local de Tóquio-2020, Yoshiro Mori, em coletiva de imprensa.

Poucas horas antes do anúncio, Mori havia comentado que uma decisão sobre as novas datas do evento por parte do Comitê Olímpico Internacional (COI) era esperada para esta semana. A decisão foi tomada menos de uma semana depois do anúncio do adiamento histórico por parte do comitê organizador e do COI, após a intensa pressão dos atletas e federações esportivas.

Nesta semana de incertezas, surgiram especulações de que os organizadores japoneses poderiam aproveitar o adiamento para iniciar os Jogos na primavera japonesa (março-junho), evitando assim a canícula do verão de Tóquio, uma das principais preocupações antes do surgimento do novo coronavírus.

Devido ao calor, a maratona havia sido transferida para Sapporo, uma cidade situada 800 km ao norte de Tóquio e onde as temperaturas costumam ser mais amenas no verão.

O adiamento colocou diante dos organizadores um desafio sem precedentes para reagendar o evento. O diretor-geral do Comitê Organizador Local, Toshiro Muto, admitiu que os custos adicionais serão “maciços”.