Categorias
Cultura Fica a Dica Rio

Chega às plataformas digitais o projeto audiovisual “Samba de Verão – Sol” de Diogo Nogueira

Gravado no dia 26 de novembro, dentro de uma balsa no mar da Baía da Guanabara, num palco de 500 m², numa Marina em Niterói, com a vista privilegiada do Rio de Janeiro e a silhueta das montanhas da cidade ao fundo, Diogo Nogueira apresenta seu novo projeto: “Samba de Verão.

O projeto terá lançamento de não um, mas três álbuns diferentes: “Sol” – que está saindo agora “Céu” e “Lua”, com as participações especiais de Zeca PagodinhoGrupo Fundo de Quintal e ainda um momento especial do Diogo apresentando cinco partideiros da nova geração do samba.

Todo o projeto audiovisual foi gravado em um único dia, sendo o álbum “Sol”, do início da tarde até o pôr do sol; o álbum “Céu pegando o final da tarde e início da noite, e o álbum “Lua” gravado totalmente na parte da noite.

Produzido por Rafael dos Anjos e Alessandro Cardozo, cenografia de Zé Carratu, Direção de imagem de Bruno Murtinho, e com uma big band formada por 15 músicos, o primeiro álbum “Samba de Verão – Sol” chega trazendo oito faixas. Diogo vem com músicas inéditas, algumas de sua própria autoria, além de sambas garimpados a dedo por ele nas rodas de samba e uma homenagem especial para a querida Beth Carvalho.

O álbum abre com um convite para todo mundo sambar no contagiante pot-pourri das músicas ”Divino e Natural”(Adriano Ribeiro, Saulinho e Marquinho PQD), ”Hoje tem Samba” (Sombrinha, Arlindo Cruz e Maurição) e ”Bom Ambiente” (Jairo e Luis Carlos do Cavaco), importantes sambas das décadas de 80 e 90. Na sequência, a inédita ”Ouro da Mina” (Claudemir, Rafael Delgado, Rodrigo Leite e Cauíque), forte concorrente a ser uma das músicas de trabalho do projeto.

Os momentos emocionantes ficam a cargo da versão de Diogo Nogueira para o clássico ”Andança” (Danilo Caymmi, Edmundo Souto e Paulinho Tapajós), que lançou a cantora Beth Carvalho, e da participação especialíssima do Grupo Fundo de Quintal nos sambas ”Fada” (Mário Sergio e Luiz Carlos da Vila) e ”Cheiro de Saudade” (Sereno e Mauro Diniz), um dos últimos registros do querido Ubirany, com seu repique e sua caixinha, ambos inventados por ele.

Outro destaque do álbum “Sol” é a contagiante “Bota pra Tocar Tim Maia”, de autoria do Diogo Nogueira com seus parceiros Rodrigo Leite, Cauíque, Marcio Alexandre e Marcelinho Moreira, que já está tocando nas rádios de todo o Brasil.

O álbum conta ainda com a participação de cinco partideiros da nova geração do samba: Juninho ThybauGabrielzinho do IrajáMosquitoMingo e Baiaco, no medley ”Pretas, Brancas e Morenas” (João Martins, Juninho Thybau, Luciano Bom Cabelo e Paulo Henrique/PH Mocidade), ”É Lenha” (Nego Álvaro, Mingo Silva e Mosquito) e “Amor Verde e Rosa” (Mingo Silva).

No final do DVD destaque para mais uma inédita ”Fera Destemida” (Inácio Rios e Ramon Ramos) e para o medley com ”Verdadeira Chama” (André Rocha e Flávio Cardoso), “Nos pagodes da vida” (Roberto Serrão e Guilherme Nascimento) e ”Sorriso Aberto” (Guará), gravado originalmente por Jovelina Pérola Negra.

Em fevereiro será a vez do lançamentodo álbum “Céu”, também com inéditas e sambas antológicos, e o destaque é para a participação especial de Zeca Pagodinho, cantando a primeira música que compôs e foi gravada pelo Fundo de Quintal, chamada“Amarguras”. E em março, o lançamento do álbum “Lua”, integralmente gravado na parte da noite, completa a trilogia.

“Samba de Verão – Sol” você assiste no canal do Diogo no YouTube (diogo.no/youtube) e o áudio você ouve em todas as plataformas digitais.

Músicas:

1 – “Divino e Natural” (Adriano Ribeiro, Saulinho, Marquinho PQD), “Hoje tem Samba” (Sombrinha, Arlindo Cruz, Maurição) e “Bom Ambiente” (Jairo e Luis Carlos do Cavaco)

2 – “Ouro da Mina” (Claudemir, Rafael Delgado, Rodrigo Leite e Cauíque)

3 –“Pretas, Brancas e Morenas” (João Martins, Juninho Thybau, Luciano Bom Cabelo e Paulo Henrique/PH Mocidade), “É Lenha” (Nego Álvaro, Mingo Silva, Mosquito) e “Amor Verde e Rosa” (Mingo Silva) – participação de Juninho Thybau, Gabrielzinho do Irajá, Mosquito, Mingo e Baiaco

4 – “Fada” (Mário Sergio e Luiz Carlos da Vila)e“Cheiro dSaudade” (Sereno e Mauro Diniz) –participação do Fundo de Quintal

5 – “Bota Pra Tocar Tim Maia” (Diogo Nogueira, Rodrigo Leite, Cauíque, Marcio Alexandre e Marcelinho Moreira)

6 – “Andança” (Danilo Caymmi, Edmundo Souto e Paulinho Tapajós)

7 – “Fera Destemida”(Inácio Rios e Ramon Ramos)

8 – “Verdadeira Chama” (André Rocha e Flávio Cardoso), Nos Pagodes da Vida” (Roberto Serrão e Guilherme Nascimento) e “Sorriso Aberto” (Guará)

Banda:

Voz – Diogo Nogueira

Violão e direção musical – Rafael dos Anjos

Cavaco – Henrique Garcia

Contrabaixo – Marquinhos dos Santos

Teclado – Pedro Santos

Bateria – Gordo Batera

Surdo – Alison Maninho

Percussão – Wilsinho Baltazar

Percussão – J. Chiclete

Percussão – Marechal

Coro – Andrea Beat

Coro – Alan Soulza

Trompete – Vander Nascimento

Trombone – Fabiano Segalote

Sax tenor – Edu Neves

Sax tenor e Flauta – Dudu Oliveira

Ficha Técnica:

Direção geral – Afonso Carvalho e Diogo Nogueira

Direção de vídeo – Bruno Murtinho

Direção musical – Rafael dos Anjos e Alessandro Cardozo

Direção de fotografia e lighting designer: Arthur Farinon

Cenário: Zé Carratu

Mixagem e mastertização: Roberto Junior

Engenheiro de gravação de áudio – Luiz Carlos T.Reis

Direção de marketing – Anita Carvalho

Figurinos – Rogério S.

Edição de imagens e color grading – Humberto Junior

Direção de produção – Fernando Campos

Coordenação de Produção – Clarisse Nogueira

Realização – Música e Mídia

Distribuição digital – Altafonte

Equipe de Marketing

Direção de Marketing: Anita Carvalho

Coordenação de marketing – Eduardo Machado

Assistente de marketing – Bianca Mansur

Branding – Roberta Senna

Gravado no Espaço Froes, Niterói, RJ, em 26 de novembro de 2020.

Categorias
Cultura Destaque

Curado da covid 19, Diogo Nogueira remarca a “Live dos Pais” para este domingo

Curado da covid 19, Diogo Nogueira retoma sua agenda e projetos. O próximo é a “Live dos Pais”, remarcada para este domingo, dia 23/08,ainda no mês dos pais,também direto de sua casa e através de seu canal do YouTube diogo.no/youtube, às 12h – seu horário escolhido para as lives, com muito samba e gastronomia.

As lives do Diogo Nogueira, batizadas de “Em Casa com Diogo”, se tornaram um ponto de encontro mensal e referência de shows ao vivo pela internet neste isolamento, pela produção diferenciada, em que canta e cozinha sempre com um tema e cenários diferentes, num horário que toda família se reúne, pelo enorme sucesso e audiência crescente, ótimo retorno do público e participação de amigos e fãs.

Categorias
TV & Famosos

Diogo Nogueira lança livro de culinária “Diogo na Cozinha”

Como bom gourmet que é e chef de primeira, que adora cozinhar para os amigos e família, preparou um livro digital com suas receitas personalíssimas. Neste isolamento Diogo tem se divertido na cozinha e a ideia de fazer esse livro de receitas nasceu enquanto ele fazia um dos seus pratos favoritos: o “EstrogoNog”.

O livro “Diogo na Cozinha” traz 20 receitas, entre frutos do mar, aves, carnes e sobremesas e pode ser comprado pelo site http://diogonacozinha.com.br (R$ 24,90). “Meu livro traz receitas que carregam histórias de afeto, de viagens e de muitas reuniões regadas a samba e alegria”.