Categorias
Notícias do Jornal Rio

Madureira Presente completou um ano com redução de roubos

 

A Operação Segurança Presente em Madureira completou um ano de funcionamento em 28 de janeiro, com um balanço bastante positivo  Neste período houve redução de 75% nos roubos a estabelecimento comercial, 64% no roubo de celular, 36% no roubo de veículo e 26% nos roubos a transeunte, de janeiro a dezembro de 2020, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

O patrulhamento cobre a área do Mercadão de Madureira, e ruas principais, como a Estrada do Portela, Conselheiro Galvão e Carvalho de Souza. O horário de atuação dos policiais é de 6h às 22h, todos os dias da semana.

Categorias
Brasil Tecnologia

99 lança “Assistente de Segurança” em todo Brasil

99 lança “Assistente de Segurança” para facilitar acesso aos recursos de proteção no app.

• Tecnologia incorporada ao app facilita a utilização de todas as ferramentas de segurança antes, durante e depois das corridas

• Sistema sugere ativação das funções através de análise da inteligência artificial

O Assistente de Segurança da 99 é o novo recurso de proteção lançado pela empresa em todo Brasil, nesta semana. Segundo a plataforma, a tecnologia foi desenvolvida para melhorar a experiência e ativação de recursos de segurança antes, durante e depois das corridas para passageiros.

Assistente de Segurança 99

Localizada no escudo azul, o aplicativo reúne nesta área todas as informações e recursos disponíveis sobre segurança, permitindo consultar informações do motorista antes da chamada, ou ativar algum recurso de proteção quando um comportamento anormal é identificado durante ou depois da corrida.

O usuário pode, por exemplo, consultar as verificações de segurança do motorista, compartilhar trajeto com contatos de confiança, gravar o áudio da viagem, acionar monitoramento de corrida via GPS pela central de emergência da 99 ou ligar para a polícia.

A tecnologia é coordenada por Inteligência Artificial, que analisa as corridas individualmente e consegue identificar possíveis alterações. “Todos os recursos de segurança foram agrupados e com apenas um toque o usuário pode acessar todas as ferramentas disponíveis”, comenta Thiago Hipólito, Diretor de Segurança da 99. “O objetivo é melhorar essa experiência e facilitar a ativação das funcionalidades em caso de necessidade”, finaliza o diretor.

Como funciona o Assistente de Segurança 99?

Quando o passageiro abre o aplicativo da 99, uma mensagem convida o usuário a conhecer o “Assistente de Segurança” da 99. Ao clicar, o aplicativo mostra quais são as funcionalidades de segurança, como o botão de Ligar para Polícia, Compartilhamento de rota, Gravação de Áudio e o Monitoramento em tempo real. A opção Central de segurança 24h permite ainda que o usuário adicione contatos de confiança e saiba mais sobre as iniciativas de proteção da plataforma.
Após chamar a corrida, o passageiro pode acompanhar a verificação de dados do motorista, como a confirmação de identidade, CNH e documentação do carro. No mesmo campo, pode acionar o compartilhamento de rota para os contatos de confiança.
Através do monitoramento da corrida via GPS em tempo real, o Assistente de Segurança enviará avisos ao passageiro, caso aconteçam grandes paradas ou alteração no trajeto durante a corrida.
Quando a corrida termina, a ferramenta avisa o passageiro que a corrida foi finalizada pelo motorista. E abre uma opção de ajuda e comentários. Para os motoristas, a tecnologia está em fase de implementação e estará disponível para todos os condutores nos próximos meses.
Categorias
Destaque Rio

Operação policial deixa 12 mortos no Grande Rio

Uma ação conjunta da Polícia Civil com a Polícia Rodoviária Federal deixou 12 mortos na noite de ontem (12), em Itaguaí, na região metropolitana do Rio de Janeiro. De acordo com as polícias, os homens foram mortos em confronto com policiais.

As mortes ocorreram durante uma tentativa de interceptar um comboio de quatro carros que transportavam suspeitos de integrar uma milícia, em um acesso à rodovia Rio-Santos (BR-101), próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal.

Durante a tentativa de abordagem, segundo a Polícia Civil, os criminosos reagiram atirando contra os policiais. Pelo menos oito fuzis, além de pistolas e munições, foram apreendidos.

Categorias
Destaque Rio

Polícia Militar faz mudança em 13 comando, troca porta-voz e corregedor

A Polícia Militar do Rio fez mudanças em treze comandos de unidades da Corporação. As trocas foram determinadas pelo secretário Rogério Figueiredo. Segundo a PM, “as mudanças fazem parte da rotina da corporação”. Foram substituídos o corregedor e o porta-voz da corporação.

O coronel Marcelo Pereira será o novo corregedor, no lugar do coronel Marcus Vinicius dos Santos Amaral. Ele estava à frente do 4º Comando de Policiamento de Área. Já a nova porta-voz será a tenente-coronel Gabryela Reis Dantas, substituindo o coronel Mauro Fliess de Castro.

Haverá mudanças em outros três comandos intermediários. Houve uma troca nas chefias do Comando de Operações Especiais (COE) e do Comando de Policiamento Especializado (CPE), ou seja, o coronel João Fiorentini Guimarães assume o COE e o coronel Carlos Eduardo Sarmento da Costa assume o CPE.

Já no Comando de Policiamento Ambiental (CPAM), o coronel Sergio Amancio de Souza Porto substituiu o coronel Rodrigo Sanglard. A Diretoria Geral de Ensino e Instrução (DGEI) ficará a cargo do coronel Rodrigo Sanglard, que substitui o coronel Rogério Quemento Lobasso.

No Regimento de Polícia Montada (RPMont), a tenente-coronel Daniele Ezequiel Farias substitui o Coronel Marcelo de Menezes Nogueira. O tenente-coronel Alencar Cristian Oliveira de Alvarenga Silva assume o comando do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes), em substituição ao coronel Ronaldo Martins Gomes da Silva.

Categorias
Destaque Notícias

Programas de proteção à testemunha têm convênios renovados no RJ e RS

O Programa de Proteção e Auxílio a Testemunhas Ameaçadas do Rio Grande do Sul (Protege – RS) e o Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas do Estado do Rio de Janeiro (Provita – RJ) tiveram convênio renovado com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). A renovação foi publicada no Diário Oficial da União nessa quarta-feira (2).

Os convênios representam um instrumento de transferência de recursos para a manutenção dos programas, que envolve a implantação de uma equipe especializada em proteção. É por meio dessa equipe que ocorrem as articulações e atendimentos necessários às pessoas que são incluídas no programa.

A renovação dos convênios com os estados, por meio da Secretaria Nacional de Proteção Global (SNPG), garantirá a manutenção de programas especiais de proteção a vítimas e a testemunhas ameaçadas – prevista na Lei 9867/99.

Acesse a Lei 9807/99

Categorias
Notícias do Jornal Rio

Programa Segurança Presente inaugura base no Cristo Redentor

Nas última quarta-feira (26), o Governo do Estado inaugurou, uma nova base do Programa Segurança Presente. O local passa a ter mais monitoramento e um reforço especial na segurança de cariocas e turistas. O patrulhamento será diário e contará com 12 policiais militares, em duplas a pé, em motocicletas e em viaturas. Os PMs farão o monitoramento na Estrada das Paineiras e no Santuário Cristo Redentor.

Categorias
Maria Martins | Saúde do Trabalhador

Embargo e interdição do local de trabalho

O embargo e a interdição são medidas de proteção emergencial à segurança e à saúde do trabalhador, não se caracterizando como medidas punitivas.

Nas condições ou situações de trabalho em que não haja previsão normativa da situação objetivo, o auditor fiscal do Trabalho deverá incluir na fundamentação os critérios técnicos utilizados para determinação da situação objetivo (risco de referência).

A imposição de embargo ou interdição não elimina a lavratura de autos de infração por descumprimento das normas de segurança e saúde no trabalho ou dos demais dispositivos da legislação trabalhista relacionados à situação analisada.

Durante a vigência de embargo ou interdição, podem ser desenvolvidas atividades necessárias à correção da situação de grave e iminente risco, desde que garantidas condições de segurança e saúde aos trabalhadores envolvidos.

Durante a paralisação do serviço, em decorrência da interdição ou do embargo, os trabalhadores receberão os salários como se estivessem em efetivo exercício.

Embargo e interdição são medidas de urgência, adotadas a partir da constatação de situação de trabalho que caracterize risco grave e iminente ao trabalhador.

Considera-se grave e iminente risco toda condição ou situação de trabalho que possa causar acidente ou doença relacionada ao trabalho com lesão grave à integridade física do trabalhador.

A interdição implica a paralisação total ou parcial do estabelecimento, setor de serviço, máquina ou equipamento.