Categorias
Destaque Rio

Enterro da menina baleada no Rèveillon é realizado sob forte  emoção

 

Foi enterrado na tarde de hoje, 2 de janeiro, o corpo da menina Alice Pamplona  da Silva, de 5 anos, vítima de uma bala perdida na noite do Rèeillon, na Comunidade do Turano, no Rio Comprido, Rio de Janeiro. A menina passava a virada do ano na casa da família e foi atingia no pescoço. A suspeita é que fossem fogos de artifício mas, ao ser  atendida no Hospital Casa de Portugal, contatou-se que era um tiro.  O enterro aconteceu no cemitério do Caju, zona norte o Rio, sob forte emoção. A mãe e a avó da menina passaram mal durante o velório e precisaram de atendimento médico.

Mãe e avó de Alice passaram mal durante o velório

A Polícia Militar  corporação informou hoje (2) que, no momento da ocorrência, não havia operação policial na região, nem confronto armado envolvendo equipes da PM.  O caso foi registrado na 6ª Delegacia de Polícia (DP), na Cidade Nova, que instaurou inquérito para apurar os fatos e ouviu o depoimento dos pais da menina.

Outras testemunhas estão sendo chamadas e a investigação será feita pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), para identificar e esclarecer de onde partiu o tiro que atingiu a criança.

A Subsecretaria de Estado de Vitimados esteve no enterro e ofereceu atendimento psicológico e social para a família da menina.

Fotos: Reprodução