Categorias
Destaque Esportes

Confira o cenário de cada time carioca nas últimas rodadas do Brasileirão

 

Por: Luhan Alves

A penúltima rodada do Campeonato Brasileiro 2020 promete bastante. E dos clubes do RJ, o único que apenas cumpre tabela é o Botafogo, que foi rebaixado pela terceira vez em sua história. Flamengo, disputa o título do Brasileirão, Fluminense busca vaga direta na fase de grupos da Libertadores e Vasco luta contra o rebaixamento, o que aconteceria pela quarta vez em sua história.

 

Flamengo

O rubro-negro carioca vai jogar uma de suas partidas mais importantes dos últimos anos neste domingo (21), contra o Internacional, às 16h, no Maracanã. Se quiser continuar sonhando com o octacampeonato, o Flamengo vai precisar vencer o Colorado e na última rodada o São Paulo, no Morumbi. A derrota acaba com o sonho do título brasileiro. Willian Arão, que sofreu uma fratura no dedo do pé direito, em acidente no banheiro do Ninho do Urubu, tem poucas chances de jogar contra o time gaúcho. Gustavo Henrique deve ser o substituto.

Gabigol é uma das esperanças de gol na partida decisiva contra o Internacional Foto: Alexandre Vidal/CRF

 

Fluminense

Já garantido na próxima edição da Libertadores, após ficar 8 anos sem frequentar a competição, o tricolor carioca ainda tem chances de classificação direta na fase de grupos. Para terminar no G4 do Brasileirão, o Fluminense precisa vencer os seus dois últimos jogos e torcer por tropeços de São Paulo e Atlético-MG, algo difícil, porém não improvável. Outra possibilidade é se caso o Palmeiras, atual campeão da competição intercontinental, conquistar a Copa do Brasil, a vaga iria para o Flu, caso termine em 5° no Campeonato Brasileiro.

Nenê vem se destacando nas últimas partidas do Fluminense que luta por vaga direta na fase de grupos da Libertadores Foto: Lucas Merçon/FFC

Vasco

O Cruzmaltino vive mais uma vez o drama da luta contra o rebaixamento. O Vasco é o atual 17º colocado no Brasileiro, com 37 pontos. O Bahia, o primeiro fora do Z-4, tem um ponto a mais. A partida contra o Corinthians neste domingo (11), às 16h, na Neo Química Arena, será como uma final de campeonato para os vascaínos. Se perder este jogo e o Bahia vencer o Fortaleza, o Vasco será rebaixado mais uma vez em sua história. Um provável desfalque importante para equipe carioca é o meia Benítez, que faz tratamento por sentir dores musculares em uma das coxas. Apesar de não ter participado de todos os treinos da semana, ele viajou com a delegação.

A presença de Benítez na equipe titular diante do Corinthians ainda é incerta Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Botafogo

Já rebaixado para a Série B 2021, o alvinegro carioca está aproveitando estes últimos jogos da primeira divisão para testar jogadores da base, visando à próxima temporada. Fora de campo, a diretoria já começa o planejamento para a disputa da segunda divisão do Campeonato Brasileiro. O clube segue buscando um treinador de peso para comandar o desafio que o Botafogo terá pela frente. Alguns reforços também podem chegar como o lateral-direito Jonathan, o volante Matheus Frizzo e o atacante Ronald. O Glorioso ainda negocia com o zagueiro Gilvan e o atacante Robson. A ideia inicial é de buscar atletas para compor o elenco e reforçar posições carentes.

Botafogo tem testado alguns meninos da sua base nos últimos jogos Foto: Vítor Silva/ BFR

 

Categorias
Destaque Esportes

Opinião: é preciso pensar imediatamente no planejamento para a próxima temporada

 

Com 99% de chances de ser rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o Botafogo cada vez mais inclina seu planejamento para a próxima temporada. Com apenas 23 pontos, 4 vitórias e 17 derrotas, sendo 13 nos últimos 14 jogos, a campanha e o desempenho em campo do Glorioso, não dá esperança para nenhum torcedor. Confirmando a queda, esse será o terceiro rebaixamento do clube na história.

Eleito presidente do Botafogo para o quadriênio 2021/24, Durcesio Mello e o vice geral Vinicius Assumpção, vão ter bastante trabalho pela frente na tentativa de uma reestruturação do clube. É importante neste momento que todos os membros da diretoria e do conselho deliberativo trabalhem em união, visando a recuperação do alvinegro carioca. Vaidades e egos não podem fazer parte desta gestão, pois o trabalho desta será determinante para o futuro do Glorioso nos próximos anos.

O planejamento para a disputa da Série B precisa começar agora. Não é uma questão de jogar a toalha, mas de sair na frente dos outros, chegar mais preparado e não repetir o feito do Cruzeiro de não conseguir voltar para a primeira divisão, logo após a sua queda. Muito difícil o Botafogo escapar do rebaixamento. Então, o momento já é de pensar em quem vai continuar e quem vai sair, investir mais na base, fazer contratações pontuais, equilibrar as finanças, definir o teto salarial e o treinador para a temporada. Iniciar a competição com o planejamento praticamente completo, já vai ajudar demais.

O Botafogo é mais um gigante do futebol brasileiro que paga pelas más gestões que passaram pelo clube. Porém, o momento é de Instituição e torcida se unirem e demonstrarem todo o apoio ao alvinegro. E a diretoria mais do que nunca, precisa trabalhar e mostrar competência para tirar o Glorioso dessa situação. Sabemos que não é fácil, que não vai ser da noite para o dia que o Botafogo vai se livrar dessa grave crise financeira. Mas com foco, determinação e um trabalho qualificado, já vai ser um ótimo começo para a reestruturação do Botafogo de Futebol e Regatas.

Por: Luhan Alves